Carlos Lima
Hoje dia 23/08/2017 às 02:37:26

Agronegócio
Carlos Lima | Publicado em 05/06/2017 às 11:11:47

Açúcar encerra a semana abaixo dos 14 cts/lb em NY

Açúcar encerra a semana abaixo dos 14 cts/lb em NY Os preços do açúcar despencaram mais uma vez e encerraram a semana com o valor mais baixo em 20 meses, segundo uma análise da Archer Consulting

Na bolsa de Nova York, na sexta-feira (2), os contratos para julho/17 fecharam em 13.74 centavos de dólar por libra-peso, queda de 49 pontos em relação aos preços praticados na quinta. O vencimento para outubro/17 também registrou desvalorização de 49 pontos, com negócios firmados em 14.04 centavos de dólar por libra-peso.

As demais telas da bolsa de Nova York caíram entre 43 e 44 pontos. Durante a semana, as quedas somaram 131 pontos. Em seu comentário semanal sobre o mercado de açúcar, o diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Côrrea, cita três pontos que contribuíram para os preços atuais do açúcar: a entrega física de açúcar na expiração do contrato futuro de março protagonizada por um grande produtor, exatamente no período de entressafra no Centro-Sul, o câmbio e a redução do preço da gasolina pela Petrobras em 5,4%.

“Além dos pontos mencionados, temos alguns riscos escondidos que podem emergir a qualquer momento trazendo ainda mais devastação aos preços. Fomos muito claros em nossos comentários que somos completamente avessos a recompra de hedge por parte das usinas, pois isso viola as boas práticas de gestão de risco. Sabe-se que algumas lançaram mão dessa alternativa para gerar caixa, pagando um pedágio para as tradings. Agora se encontram na situação de perderem 200 pontos e terem que voltar ao mercado, em algum momento, para fixarem suas vendas. Isso vai pressionar o mercado mais cedo ou mais tarde”, informou também em sua análise.

Em Londres, os preços do açúcar também seguem em forte retração. No vencimento agosto/17, a commodity desvalorizou 11,80 dólares na sessão de sexta-feira e fechou negócios em US$ 410,30 a tonelada. A tela para outubro/17 foi negociada a US$ 394,90 a tonelada, baixa de 11,10 dólares. Os demais contratos caíram entre 9,30 e 10,90 dólares.

Mercado doméstico

No Brasil, os preços também seguem em desvalorização, registrando, na última sexta-feira, a quarta queda consecutiva na semana. Segundo os índices medidos pelo Cepea/Esalq, da USP, a saca de 50 quilos do tipo cristal fechou cotada a R$ 76,63, baixa de 1,01% em relação aos preços negociados na véspera.

Agência UDOP de Notícias

Comentários

comentários

Veja também