Bolsonaro encaminhará projeto para anistiar dívida do agronegócio

Presidente Jair Bolsonaro participa da ceimonia de posse da nova diretoria da Frente Parlamentar da Agricultura, no Clube Naval. Brasilia, 19-02-2019. Foto: Sérgio Lima/PODER 360

Pressionado pela bancada ruralista da Câmara, o presidente Jair Bolsonaro decidiu que cumprirá com a promessa de campanha de perdoar dividas bilionárias do agronegócio com o Funrural (Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural).

A previsão é que o projeto de Lei para a anistia da dívida seja encaminhado em breve ao Congresso Nacional. As informações foram divulgadas na manhã desta 5ª feira (11.abr.2019) pelo jornal Valor Econômico.

De acordo com o jornal, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que Bolsonaro pediu que o projeto siga em regime de urgência na Casa. Isso significa que a Câmara terá 45 dias para votar ou o texto passará a obstruir a pauta de votação.

A AGU (Advocacia Geral da União), a PGFN (Procuradoria Geral da Fazenda Nacional) e Receita Federal já alertaram sobre os riscos de a anistia ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal, que proíbe renúncia de impostos sem receita equivalente para cobrir o rombo.

O projeto de lei 9.252/2017 é de autoria do deputado ruralista Jerônimo Goergen (PP-RS) e concede anistia total às dívidas. Segundo a equipe econômica, em 2017 o acumulado do crédito era de aproximadamente de R$ 30 bilhões.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

OUTRAS NOTÍCIAS