Carlos Lima
Hoje dia 18/10/2017 às 00:11:11

Agronegócio
Carlos Lima | Publicado em 27/07/2017 às 14:11:56

Ibama sob Sarney Filho prepara novo imposto sobre produção de alimentos

Ibama sob Sarney Filho prepara novo imposto sobre produção de alimentos O deputado Sarney Filho (PV), ministro do Meio Ambiente

A caixinha de malandragens do Ministério do ½ Ambiente na gestão de Sarneyzinho Filho não tem fundo. O Ibama agora pretende taxar a produção de alimentos incluindo a atividade na lista de potencialmente poluidoras e utilizadoras de recursos ambientais do Cadastro Técnico Federal (CTF/APP).

No último dia 4 de julho, o Ibama abriu uma consulta pública sobre o projeto de revisão do enquadramento das atividades potencialmente poluidoras e utilizadoras de recursos ambientais do Cadastro Técnico Federal. Após o encerramento da consulta, no próximo dia 31 de julho, o Ibama deve publcar uma Instrução Normativa (IN) regulamentando o enquadramento das atividades no CTF/APP.

A proposta dos técnicos do Ibama estão especificadas em 200 fichas técnicas que serão publicadas como anexo da IN e servirão como referência oficial. Vejam o que diz uma das fichas:

Atividade%2BAgr%25C3%25ADcola.JPG

É isso mesmo o que você está lendo. O Ibama pretende incluir a agricultura e a pecuária como atividadespotencialmente poluidoras. E não é só isso. Uma outra ficha sugere incluir nas atividades potencialmente poluidoras o reflorestamento e o cultivo de espécies florestais nativas.

A inclusão da produção de alimentos como atividade potencialmente poluidora submete o agro ao Artigo 17-B da Lei 10.165, de 27 de dezembro de 2000, que instituiu a Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental – TCFA, cujo fato gerador é o exercício regular do poder de polícia conferido ao Ibama para controle e fiscalização das atividades potencialmente poluidoras e utilizadoras de recursos naturais.

Pelas regras atuais a nova taxa sobre o agro será aplicada aos produtores rurais pessoa jurídica e pode chegar a R$ 3.600,00 por produtor por ano.

noticias agrícolas

Comentários

comentários

Veja também