De segunda a sexta-feira
das 12h às 14h
Radio WEB Radio Ao Vivo Acompanhe pelo RSS
nada
grupo noticias

Francisco Rocha: Destaque nas Vendas de Ônibus na Região

A Fachada da loja tem desing peculiar



Colunistas











links

>>
>>

jornalistas
Blogs


Lorenna Nascimento


Publicado em: 02/01/2013 - 11:01:37 Comentário

Médicos usam coração de vaca para reconstruir fígado de muher



Michelle Morgan-Grainger, de 42 anos, tornou-se uma das primeiras britânicas a se beneficiar de uma cirurgia pioneira que utiliza tecido do coração de uma vaca para reconstruir o fígado.  A mulher, que mora em Liverpool, na Inglaterra, foi diagnosticada com um câncer raro de fígado em outubro de 2010, segundo o site Daily Mail.
Inicialmente os médicos disseram que não havia cura. No entanto, dois meses depois, ela passou por uma cirurgia de 10 horas para remover o tumor em seu fígado e uma grande parte de sua veia cava inferior. Este vaso sanguíneo está posicionado perto da parte de trás do fígado e, sua função, é retornar o sangue a partir da metade inferior do corpo para o coração.
Por ser o principal vaso, os médicos o reconstituíram com um adesivo feito a partir do tecido que reveste o exterior do coração de uma vaca, um material chamado pericárdio bovino. Até o momento, cerca de 150 pacientes foram tratados em todo o mundo.
 



Publicado em: 18/12/2012 - 15:12:16 Comentário

Erro médico salva a vida de bebê prematuro de 382 gramas



Os britânicos Kate e Renato Douse ficaram extremamente preocupados quando tiveram suas primeiras filhas, Maddalena e Isabella, gêmeas que nasceram com apenas 23 semanas. O medo veio por conta de um código ético seguido pelos hospitais do Reino Unido que diz que os médicos não devem se esforçar para manter vivos esses bebês prematuros, já que eles são muito frágeis e têm raríssimas chances de sobrevivência. Um erro do hospital, porém, fez com que uma das meninas fosse salva. 

Isabella não aguentou e morreu poucas semanas após o nascimento. Mas Maddalena sobreviveu, e, quando foi pesada, a balança marcou 1 libra (aproximadamente
453 gramas), número considerado razoável que fez com que os médicos decidissem agir para mantê-la viva. Acontece que a bebê pesava, na verdade, apenas 382 gramas, e uma tesoura esquecida em cima da balança havia aumentado seu peso. Se não fosse por isso, provavelmente eles teriam seguido o código e deixado os esforços de lado. Agora, seis meses depois, a menina finalmente recebeu alta do hospital. “Nunca imaginamos que poderíamos trazer Maddalena para casa. Ela está pesando quase 2,5 kg e fica mais forte a cada dia. É nosso pequeno milagre e estamos muito felizes de tê-la em casa em época de Natal”, disse Kate ao The Sun



Publicado em: 05/12/2012 - 11:12:54 Comentário

Casal colombiano mora há 22 anos em tubulação de esgoto



O colombiano Miguel Restrepo, de 62 anos, vive com sua mulher, Maria Garcia, e o cão de estimação "Blackie" há 22 anos em uma tubulação de esgoto abandonada em Medellín, na Colômbia. Sua casa conta com cozinha, ventilador, TV e cama.


A tubulação tem seis metros quadrados  e 1,4 metro de altura. Quando chove, o casal usa uma tampa de bueiro para evitar que a casa seja alagada.

 



Publicado em: 20/11/2012 - 17:11:55 Comentário

Homem passa por cirurgia para retirar tumores do rosto



Wu Qiang, de 33 anos, passou por uma cirurgia para retirar tumores que desfiguraram seu rosto e dificultaram a visão e respiração.

O chinês nasceu com uma pequena saliência no rosto. No entanto, em 2005, tais protuberâncias começaram a crescer e, mais tarde, sua face ficou coberta de tumores visíveis, segundo o site Daily Mail. Wu foi diagnosticado com hemangiomas — tumores benignos que aparecem devido ao crescimento anormal dos vasos sanguíneos. Essa condição o impossibilitou de enxergar e respirar direito.

Cerca de 30% dos hemangiomas aparecem durante a gestação e desaparecem em torno dos 10 anos. Ocasionalmente essa condição pode desenvolver uma úlcera, levando a sangramento, dores, cicatrizes e, até mesmo, infecções. Em casos mais graves, como o de Wu, eles podem interferir na respiração, alimentação e outras funções vitais. No entanto, há tratamento. Para Wu a saída foi passar por uma cirurgia para remover os tumores faciais. Hoje, ele voltou a enxergar e consegue levar uma vida normal de novo. 

 



Publicado em: 13/11/2012 - 12:11:02 Comentário

Mãe carrega gêmea morta no útero para salvar vida da irmã



Kerry Carruthers, de 32 anos, que mora em Cornwall, na Inglaterra, descobriu na 24ª semana de gravidez que uma de suas filhas gêmeas morreu após uma cirurgia a laser para corrigir a síndrome de transfusão feto-fetal.

Essa condição ocorre em cerca de 15% de gêmeos idênticos que compartilham a mesma placenta e o fornecimento de sangue no útero. Como há pouco sangue e líquido amniótico, o bebê não consegue se desenvolver muito bem.

Como consequência da doença, um dos bebês de Kerry morreu e, para salvar a vida do outro, ela precisou carregá-lo morto em seu útero até entrar em trabalho de parto, segundo o site do jornal Daily Mail.

— Foi de partir o coração ter de escolher um berço para uma e um caixão para outra. Somente 12 dias depois Kerry conseguiu se despedir definitivamente de sua filha em uma cerimônia na igreja.





Página 1 de 75





Programa Jornal do Povo


Warning: include(4.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/jornal/public_html/antigo-site/publicidade_lateral_blog.php on line 24

Warning: include(4.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/jornal/public_html/antigo-site/publicidade_lateral_blog.php on line 24

Warning: include() [function.include]: Failed opening '4.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/jornal/public_html/antigo-site/publicidade_lateral_blog.php on line 24


Programa Jornal do Povo


Fale Conosco

rodape

By Feira de IdeiasCopyright © Programa Jornal da Povo - Todos os direitos reservados.

Rua Juventino Pitombo 365 - Sobradinho - Feira de Santana - Bahia - CEP 44149-999
Telefones - (75) 3614.3727 - (75) 8140.4139 - (75) 9966.2504