De segunda a sexta-feira
das 12h às 14h
Radio WEB Radio Ao Vivo Acompanhe pelo RSS
nada
grupo noticias

Francisco Rocha: Destaque nas Vendas de Ônibus na Região

A Fachada da loja tem desing peculiar



Colunistas











links

>>
>>

jornalistas
Articulista


Sérgio Jones
Sérgio Antônio Costa Jones, 47 anos, soteropolitano, jornalista.


Publicado em: 09/01/2013 - 12:01:44 Comentário

Governo de Ronaldo está colhendo o que plantou



O poder é o  ato ou efeito de impôr a vontade de um sobre a de outro, tendo por base o exercício do poder, sem considerar as leis vigentes. O abuso caracteriza-se pelo uso ilegal ou coercivo deste para atingir um determinado fim. O expoente máximo do abuso do poder é a submissão de outrem às diversas formas de subserviência através de promessas de empregos e outras maracutaias.

O município de Feira de Santana, recentemente serviu de palco ou tabuleiro do jogo do poder sem levar em consideração os interesses da coletividade. Durante o ano eleitoral essa prática foi difundida de forma despudorada pelos candidatos.

Caso  bastante evidenciado foi a candidatura do ex-prefeito José Ronaldo (DEM). Após exercer o cargo por duas vezes consecutivas lançou o seu candidato Tarcízio Pimenta, na sequência partiu para a disputa no senado onde foi derrotado, fora do poder, ele voltou suas atenções para o executivo o que resultou em desentendimento e rompimento político com o seu pupilo, que considerou os seus interesses prejudicados. Mais uma vez, parte para disputar o cargo do executivo feirense, em confronto direto com Pimenta. Oportunidade em que  o povo atende o seu apelo e o elege no primeiro turno.

Com o pires na mão

Após a sua posse a sua equipe de transição constatou que o município está em total inadimplência. Com o abacaxi de caroço nas mãos o alcaide está recorrendo à imprensa para desabafar e relatar as mazelas econômicas encontrada pela sua administração. Vale lembrar que o povo que o elegeu quer resultados efetivos e não ouvir lamentações de uma situação que foi provocada pelo próprio José Ronaldo. O atual prefeito está colhendo o que plantou.

Caso o município não se torne adimplente economicamente ficará impossibilitado de receber verbas oriundas dos governos nas esferas estadual e federal,  que deixará literalmente a atual administração com o pires na mão.

 



Publicado em: 02/01/2013 - 11:01:59 Comentário

Salário de José Ronaldo é superior ao da presidente Dilma Rousseff



Ao tomar posse do cargo no dia primeiro de janeiro, prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM)  anunciou que vai enviar à Câmara Municipal projeto de lei que reduz o seu salário em 25%. No ano passado, o Legislativo aprovou projeto que definiu que entre 2013 e 2016 o chefe do Executivo receberia mensalmente R$ 26.723,00.

 O que não se  explica é que este “modesto salário”, concedido graciosamente pela câmara através do projeto de lei  3.336/2012 é superior o que ganha a presidente da república Dilma Rousseff, que é da ordem de R$26,700,00.

Mesmo fazendo a concessão  ao reduzir 25% do seu salário, o prefeito José Ronaldo acaba sendo um dos mais bem pagos do país. O prefeito da capital baiana ACM Neto (DEM) conta com um salário estipulado na ordem de R$ 18.038,10. Enquanto com a redução de 25%, o prefeito feirense vai receber R$ 20,040,00. Segundo argumenta José Ronaldo é que o seu aumento se baseia  no princípio da economicidade e da razoabilidade”.



Publicado em: 16/12/2012 - 17:12:24 Comentário

Reconhecido político feirense para retornar ao poder vende sua alma ao Demo



O município de Feira de Santana sempre se destacou por ser aguerrido politicamente, mas com o passar dos anos e a morte de velhas lideranças oposicionistas, não houve reposição em seus quadros. E alguns herdeiros deste espólio político, filhos e outros aderentes, se mostraram  incompetentes e  ineptos para substituí-los, o que propiciou  oportunidades para que as velhas raposas, representantes do atraso e do conservadorismo, retornassem ao cenário político utilizando-se, como sempre, da mentira e do método que é dando que se recebe.

Exemplo típico foi o ocorrido nas eleições deste ano, 2012, em que um ex-deputado que circulava com a pecha de oposicionista, atitude herdada de seu velho pai, que desenvolvia um modelo de gestão populista, que lhe garantiu permanência frente ao executivo, da princesa do sertão, por várias vezes. Com a sua morte, o filho, que não tinha nem tem nada de pródigo tentou ocupar o vácuo deixado pelo velho caudilho, mas por ser  reconhecidamente infenso  aos anseios populares acabou comprometendo a sua sustentação no poder, resultando em  sucessivas derrotas eleitorais, além de recentemente ter se  envolvido  em escândalo político no qual resultou em sua prisão e exposição  à execração pública.

Diante de tantas desditas o citado político acabou sendo alijado do poder o que não o impediu que ele, e seu seleto grupo, articulassem uma estratégia para ser alavancado de volta ao tão almejado cargo.

Sem ouvir as suas bases o ex-deputado elitista urdiu uma aliança com o seu adversário histórico ao ajudá-lo em seus planos de voltar a ocupar o cargo de chefe do executivo. Em agradecimento pelo apoio recebido,o seu ex-adversário lhe propiciou como moeda de troca, o retorno e a garantia de seu “novo aliado” ao cargo tão desejado.

Mas o preço a ser pago é alto, tal acerto compromete autonomia do ex- deputado que não só traiu os seus ideais, se é que teve algum ao longo de sua vida, e a confiança do povo, além de se tornar uma marionete na mão daquele que foi considerado, por décadas, um ferrenho adversário. Literalmente, com essa atitude, ele acabou vendendo sua alma ao DEMO. 



Publicado em: 06/12/2012 - 16:12:07 Comentário

“O brasileiro é antes de tudo um otário!”



Parafraseando o conceituado escritor brasileiro, Euclides da Cunha, em livro de sua autoria, Os Sertões no qual fez a seguinte citação: “O sertanejo é antes de tudo um forte!”. Eu diria que o brasileiro é antes de tudo um otário! Vamos aos fatos. O brasileiro em busca de um carro novo está “comprando mal” em relação ao resto do mundo. A ressalva é do senador Lobão Filho. Embora, há muito tempo , já se venha alertando com relação a esta situação, o governo continua indiferente enquanto a malandragem corre solta é como se a mesma acontecesse em outro planeta e não no Brasil.

Só para citar como exemplo a forma como o povo brasileiro vem sendo espoliado pelas montadoras, cito o caso do modelo do veículo Corolla, da Toyota. Ele é vendido nos Estados Unidos por U$ 16,2 mil ( o equivalente a R$33 mil); na Argentina U$21,6 mil (ou R$ 43 mil). Já no mercado brasileiro, o Toyota Corrolla sai pela “bagatela” U$ 28,6 mil, aproximadamente R$ 60 mil.
 
Procurando explicar o inexplicável, Luiz Carlos Mandelli, do SINDIPEÇAS, tentou apontar como bode expiatório do ato de pirataria praticado contra os brasileiros a carga tributária no Brasil que é muito elevada, cerca de 36% contra 9% nos Estados Unidos. Importante observar que os custos de produção norte-americanos chegam a 88% do preço do carro, no Brasil, ficam em torno de 58%. Entretanto o que Mandelli não explica é a elevada margem de lucro obtidas pelas montadoras que atinge 10%, enquanto nos Estados Unidos não ultrapassa 3%. Há algo de podre no reino das montadoras.
 


Publicado em: 23/11/2012 - 12:11:35 Comentário

Ataques de Israel na Faixa de Gaza leva a crê, de forma equivocada, que Hitler tinha razão ao tentar o extermínio do povo judeu



Como bem cita em seu excelente artigo a jornalista Anna Malm, ititulado “Israel na Faixa de Gaza: Uma agressão criminal”. Israel tem sua estratégia de guerra calcada em uma abominável  mentira, defesa-própria. A verdade é que como todos os outros crimes cometidos pelo imperialismo dos Estados Unidos e Israel a morte e a destruição vem apresentadas como que enroladas em panos quentes e perfumados.

Temos consciência de que o povo israelense tem  contribuído com  relevantes serviços para o crescimento e desenvolvimento da humanidade através de homens como Albert Einstein, Sigmund Freud, Karl Marx, entre outros vultos importantes de nossa história. O seu povo é laborioso e bom que não deseja nem concordam com os atos criminosos cometidos pelos plutocratas de seu país contra o povo palestino sob o argumento infame, entre muitos outros, que a instalação de um estado palestino ameaça a segurança de Israel, o que acaba justificando os atos criminosos que ceifam milhares de vida de mulheres, velhos e crianças.
 
Estes, honoráveis e ambiciosos senhores, parecem não recordar de que seu povo já foi vítima de tais atrocidades recentes. Eles foram os que mais sofreram com as atrocidades praticadas pelos nazifascistas alemão. Esquecem o passado e comprometem o futuro ao ministrar a mesma dose de sofrimento que seu povo sofreu, na segunda grande guerra, e até mesmo ao longo de sua história milenar.
 
. Com essa execrável prática criminosa voltada para o extermínio do povo palestino, a cúpula do governo judeu está dando provas para que outros povos passem a acreditar que Hitler tinha razão quando tentou perpetrar o extermínio deles. É claro que não sou partidário das atrocidades cometidas pelos nazistas contra os judeus, ciganos, homossexuais e outras minorias.  
 
O presidente dos Estados Unidos Obama é co-partícipe do genocídio que se vem praticando no Oriente Médio e sua situação fica mais delicada perante ao mundo ao declarar  que Israel tem o direito de se defender, e que nenhum país no mundo iria tolerar mísseis desabando em torrentes caindo dentro de suas fronteiras. Toda essa verborréia não passa de um grande cinismo e uma mentira deslavada. Cometida por um líder de um país que foi responsável por um dos maiores crimes de guerra na história da humanidade ao explodir duas bombas atômicas no Japão, no meio da população civil.
 
Como cita a conceituada jornalista, Obama é indiscutivelmente responsável pelos crimes de guerra pela forma e quantidade de mísseis desabando no Afeganistão, Pakistão e Yemen.  Ainda por cima ele é o responsável direto pelos que já desabaram na Líbia, Somália, Iraque, e Síria. Ele também é o responsável pelos que ameaça a desabar sobre o Irã, um país de cerca de 75 milhões de habitantes.
 
A verdade dos fatos é que os militares israelenses, assim como a maquinaria estatal, agiram e agem conscientemente de forma premeditada de acordo com um maquiavélico plano estratégico. O objetivo imediato de Israel é de intimidar a liderança palestina para em seguida remove-la do poder.
 
No final de seu amplo artigo Anna Malm faz um forte apelo para que se termine com o massacre em Gaza. “Não há mentiras nem poder propagandístico que nos tirem a capacidade de ver, sentir e compreender por nós mesmos. Somos seres humanos- Não animais bestiais”, sentencia ela.
 




Página 1 de 7





Programa Jornal do Povo


Warning: include(0.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/jornal/public_html/antigo-site/publicidade_lateral_blog.php on line 24

Warning: include(0.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/jornal/public_html/antigo-site/publicidade_lateral_blog.php on line 24

Warning: include() [function.include]: Failed opening '0.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/jornal/public_html/antigo-site/publicidade_lateral_blog.php on line 24


Programa Jornal do Povo


Fale Conosco

rodape

By Feira de IdeiasCopyright © Programa Jornal da Povo - Todos os direitos reservados.

Rua Juventino Pitombo 365 - Sobradinho - Feira de Santana - Bahia - CEP 44149-999
Telefones - (75) 3614.3727 - (75) 8140.4139 - (75) 9966.2504