Carlos Lima
Hoje dia 19/09/2019 às 08:42:32

Blog Carlos Lima
Carlos Lima | Publicado em 10/10/2015 às 18:37:42

NOS BASTIDORES DA MAÇONARIA III

O Maçon também provoca decepção

NOS BASTIDORES DA MAÇONARIA III A igreja fez acordo com os nazistas

É difícil, mas necessário, que nesse momento expulse do meu interior sentimentos de decepção provocados por integrantes da família Maçônica.

Meu irmão não pense que filiado a uma ‘Oficina’ vai encontrar a inquestionável moral ou a verdadeira prática Maçônica na defesa do bem.

Jamais se entregue sem ressalvas. Podes fazê-lo diante dos princípios ritualísticos, simbólicos e filosóficos.

Afirmar que as práticas de autovalorização é uma prática antiga, não tenho as condições históricas para tanto. Mas na atualidade é algo que se distancia das masmorras onde a Maçonaria enterra os vícios e as vaidades.

Nos desencontros, normais, a anormalidade é claramente percebida no comportamento de alguns Maçons.

Camuflam suas reações e perseguem, fazem campanha contra, mentem e de forma vaidosa, raivosa, perseguem todos aqueles que não rezam em sua cartilha. Usam a vivência e os graus adquiridos para inviabilizar o crescimento dos irmãos.

Muito cuidado com o precipício da desilusão. A Ordem é inquestionavelmente superior a esse tipo de comportamento.

Não repares os muxoxos, a virada de face, o gesto desqualificador ou até mesmo o falso elogio.

O sol se esparrama sobre todos nós, a opção de sentir os seus raios é sua. Eles também aquecem os bons e os maus.

Tenha a certeza de que nesse Templo do G.A.D.U., o que mais prevalece são os sus ensinamentos e os princípios filosóficos da Maçonaria de são poucos dignos deles. Não esqueça jamais do que disse o  G.A.D.U. Nem todos aqueles que dizem senhor, senhor, serão dignos do seu Reino.

Se conseguires superar essas decepções provocadas por alguns Maçons, entenderás muito mais a moral e o bem. Vais perceber a magnitude Maçônica e compreenderás sua verdadeira importância.

Só dessa maneira poderás analisar filosoficamente qual a dimensão que ela pode assumir no seu Eu.

Não será aquela Oficina a única, os irmãos Maçons não são iguais em comportamento. Não se despreza o todo por filamentos queimados.

As decepções nos provocam revoltas. Estudamos propostas de mudanças na qualidade de vida da humanidade; encontramos forças no mundo espiritual e absorvemos seus reflexos em nosso mundo real.

Assumi a Maçonaria, sofri decepções e reconheço que, infelizmente, nem todos podem ser chamados de irmãos. A Maçonaria se tornou o meu caminho de vida, seja ela em qualquer de suas ramificações. A Maçonaria é única, sou do Rito Escocês Antigo e Aceito, reconheço todos os demais, desde que viva o bem da humanidade; o sol da liberdade e a luz da redenção.

De pé e às ordens∴

Carlos Lima ∴

Comentários

comentários

Veja também