Carlos Lima
Hoje dia 13/11/2018 às 20:16:13

Cinema
Carlos Lima | Publicado em 10/11/2018 às 08:52:28

Documentário homenageia Dorival Caymmi

Documentário homenageia Dorival Caymmi Foto: Arquivo pessoal

Retratar uma pessoa com a grandeza singular de Dorival Caymmi é um desafio.

Cantor, compositor, pintor e homenageado, o baiano será homenageado em documentário pelos diretores – e irmãos – Fábio e Thiago Di Fiore.

A prova da complexidade artística do homem de natureza leve é que o projeto “Dê Lembranças a Todos” levou cerca de quatro anos para ser finalizado.

O G1 conversou com Thiago Di Fiore, que contou as experiências e emoções durante a construção da obra.

Nós buscamos retratar realmente quem ele era, essa busca constante de falar sobre o tempo, e principalmente, sobre o valor das pequenas coisas, das pessoas, da amizade, a natureza.

Foi uma constante na produção, retratar isso através da história

— Thiago Di Fiore

O documentário tem 73 minutos e será lançado às 18h15 do dia 21 de novembro, na 14ª edição do festival Panorama Coisa de Cinema. Depois da exibição, o público vai participar de um debate com os diretores.

Ainda não há previsão de outras exibições do documentário no festival.

A ideia de falar sobre a vida e obra de Caymmi surgiu a partir da necessidade dos irmãos Di Fiore de manter viva as lembranças do artista.

Quando a gente estuda a vida de Dorival, vê a importância de sua obra para a cultura brasileira

— Thiago Di Fiore

Além de manter a memória, uma das preocupações dos Di Fiore foi encontrar uma forma de levar esse legado para a atual geração – e as próximas.

“Um grande desafio que enfrentamos foi o desconhecimento das novas gerações. É fundamental que as pessoas relembrem a obra dele, e para as novas gerações conhecer.

O filme pretende fazer refletir as gerações.

Hoje, com as facilidades de tecnologia, as pessoas fazem muitas coisas e não aprofundam nas importantes”.

Compositor de sucessos como ‘Samba da minha terra’, ‘Você Já Foi a Bahia?’ e ‘Saudades de Itapoã’, Dorival Caymmi é considerado um dos pais da Bossa Nova.

Dorival era profundo, escrevia músicas elaboradas para tocar as pessoas

— Thiago Di Fiore

O documentário aborda ainda a relação de amizade entre Caymmi, o escritor Jorge Amado e o artista plástico Carybé. Outro trio importante para a cultura brasileira, também homenageado pelos Di Fiori no filme, é Tom Jobim, Vinicius de Moraes e Carmen Miranda.

“Dê Lembranças a Todos” traz ainda depoimentos de artistas e personalidades que conviveram com Caymmi. Gilberto Gil, Milton Nascimento, Bibi Ferreira, Maria Bethânia, Ronaldo Bastos são alguns nomes.

A cantora e atriz Ângela Maria, que morreu em setembro deste ano, também participou.

“No total são oito depoimentos. São muito bonitos.

Os entrevistados dizem que ele é simples e ao mesmo tempo sofisticado.

O que mais me toca entre todos os depoimentos e vivência, é que conseguimos refletir junto com a obra dele”.

Refletimos o ‘dar o tempo certo para cada coisa’, para cada momento
— Thiago Di Fiore

Entre tantos relatos, Thiago não conseguiu escolher qual o mais tocante: “O de Gil é muito bonito.

Ele fala, principalmente, sobre a maestria de Dorival de fazer poucas músicas porque era importante vivenciar aquilo tudo.

A Dinahir [irmã caçula de Caymmi, faleceu em 2017] lembra a relação de irmãos, momentos que as famílias Caymmi e Jobim viveram”.

Panorama Coisa de Cinema

O XIV Panorama Coisa de Cinema será realizado de 11 a 17 de novembro no Cine Theatro Cachoeirano, na cidade de Cachoeira, no recôncavo baiano; e de 14 a 21 do mesmo mês, em Salvador.

Na capital, as exibições serão no Cinema Glauber Rocha na Sala Walter da Silveira, na Biblioteca dos Barris.

Em Cachoeira, o acesso à programação é gratuito.

Na capital baiana, os ingressos custarão R$6 (meia-entrada) e R$12 (inteira), com exceção das sessões de abertura, no dia 14, que têm entrada grátis

Itana Alencar

Comentários

comentários

Veja também