Carlos Lima
Hoje dia 21/11/2018 às 10:41:57

Cinema
Carlos Lima | Publicado em 03/07/2018 às 15:57:30

O cyborg do futuro’, morre aos 66 anos

O cyborg do futuro’, morre aos 66 anos

O ator canadense Denis Akiyama, que fez filmes como “Johnny Mnemonic: O Cyborg do Futuro (1995), “Repo Men: O resgate de orgãos” (2010) e “Pixels” (2015), morreu aos 66 anos, informou nesta terça-feira (3) a revista “The Hollywood Reporter”.

De acordo com a publicação, ele morreu na quinta-feira (28) em sua cidade-natal, Toronto, depois em decorrência de “um câncer muito raro e agressivo”, declarou seu filho, Kintaro Akiyama. “Ele se foi pacificamente”, descreveu.

Dentre os trabalhos de destaque de Denis Akiyama, estão “Prisioneiros do deserto” (1987), com Noriyuki “Pat” Morita, e “Gêmeos – Mórbida semelhança” (1988), dirigido por David Cronenberg.

Também fez “Balance of power” (1996), estrelado por Billy Blanks, “Culpado com o pecado” (1993), de Sidney Lumet, e “Medidas extremas” (1996), dirigido por Michael Apted e estrelado por Hugh Grant, Gene Hackman e Sarah Jessica Parker.

Akiyama também foi um ator com trabalhos de destaques no teatro, caso da versão de “Miss Saigon” que teve temporada na Broadway em 1992 e 1993. Foi ainda dublador – era dele a voz do Homem de Gelo do desenho de “X-Men”.

Na TV, integrou o elenco de séries como “12 macacos”, em exibição desde 2015.

Mas seus papéis mais famosos foram mesmo o do assassino da yakuza Shinji em “Johnny Mnemonic”, protagonizado por Keanu Reeves, e o do criador de “Pac-Man”, Toru Iwatani, na comédia “Pixels”.

Denis Akiyama deixa a viúva, Danielle, um casal de filhos, Kintaro e Miya, e um irmão, Barry.

G1

Comentários

comentários

Veja também