Petra Costa diz que ‘a democracia está em vertigem em todo o mundo, sob a pressão da direita’

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Petra Costa. foto: Divulgação

A cineasta Petra Costa estava em Belo Horizonte na manhã desta segunda-feira (13) quando recebeu a notícia da indicação do seu filme Democracia em Vertigem para concorrer ao prêmio de melhor documentário. A cineasta comemorou com a família.

“O trágico e o gratificante”, ela diz, “é que, ao mostrar o filme em campanha para o Oscar, em Los Angeles, Nova York e Londres, encontrei-me com hosts como Wim Wenders e Spike Lee e todos me diziam a mesma coisa: o público que se manifestou sobre o filme em todo o mundo. Essa história brasileira ganhou ressonância universal”, declara ao Estado de S.Paulo .

A cineasta afrma que “a democracia está em vertigem em todo o mundo, sob a pressão da direita. Sem estado de direito, sem o reconhecimento do direito do outro, a democracia está ameaçada”.

 Ela conta que o cineasta Wim Wenders lhe agradeceu “por ter iluminado não só um momento da história do Brasil, mas da situação planetária.”
247

OUTRAS NOTÍCIAS