Carlos Lima
Hoje dia 20/09/2018 às 20:45:25

Curiosidades
Carlos Lima | Publicado em 24/08/2018 às 16:37:50

Brasil PCH é premiada como melhor empresa do setor de energia elétrica no país

Brasil PCH é premiada como melhor empresa do setor de energia elétrica no país PRODUÇÃO ELETRICIDADE

A Brasil PCH foi escolhida como a melhor empresa do setor de energia elétrica no país em premiação realizada pela revista Valor Econômico.

Constituída em 2005 e dona de 13 pequenas centrais hidrelétricas (PHs), ela possui 291 megawatts (MW) de capacidade instalada, superando companhias de grande porte no mercado.

Na avaliação de Cristiano Barros, diretor da Brasil PCH, o menor porte da empresa também contribuiu para o seu sucesso, pois permite uma relação melhor entre as áreas administrativa e produtiva.

“Essa proximidade da administração com a atividade produtiva permite o domínio adequado na condução da companhia, tendo como meta o cumprimento do pleno inicial de negócios determinado pelos acionistas”, explicou em entrevista à revista Valor Econômico.

Para decidir o vencedor do prêmio, a publicação avaliou e deu notas às empresas de acordo com oito critérios: receita líquida, margem Ebitda, rentabilidade, margem de lucro, liquidez corrente, giro do ativo, cobertura de juros e crescimento sustentável. A Brasil PCH foi quem obteve a melhor média entre as companhias participantes.

As usinas da Brasil PCH estão localizadas nos estados de Minas Gerasi, Goiás, Espírito Santo e Rio de Janeiro. As 13 centrais hidrelétricas entraram em operação comercial entre 2008 e 2009.

Elas já possuem contratos no âmbito do Programa de Incentivos às Fontes de Energia Elétrica (Proinfa), inciativa lançada pelo governo federal.

Cristiano Barros ressaltou ainda que a estratégia cautelosa da companhia foi fundamental para ela superar o cenário recente de recessão na economia brasileira.

“Para passar por essas adversidades, a companhia apostou na cautela, seguiu firme no controle de gastos e na busca incessante pela eficiência das suas centrais hidrelétricas”, relatou o diretor

Reuters

Comentários

comentários

Veja também