Carlos Lima
Hoje dia 13/12/2017 às 17:00:19

Curiosidades
Carlos Lima | Publicado em 20/11/2017 às 16:07:10

Futuro ministro das Cidades é primo do marqueteiro de Temer

Futuro ministro das Cidades é primo do marqueteiro de Temer Deputado Alexandre Baldy (PTN-GO) durante entrevista. - Givaldo Barbosa / Agência O Globo Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/podemos-anuncia-desfiliacao-de-alexandre-baldy-escolhido-para-ministerio-das-cidades-22089512#ixzz4z03g15Im stest

Escolhido para comandar o Ministério das Cidades, o deputado Alexandre Baldy (Podemos-GO) é primo de primeiro grau do marqueteiro do presidente Michel Temer, Elsinho Mouco.

Procurado , o deputado confirmou o parentesco com o marqueteiro. Ele disse sempre ter mantido relações distantes com Mouco, porque cresceu em Goiânia e o marqueteiro, em São Paulo.

Baldy também informou  que irá se desligar nesta segunda-feira (20) do Podemos para assumir o comando do Ministério das Cidades.

A reportagem procurou Elsinho Mouco, que também trabalha para o PMDB. Ele disse não ter nenhuma participação na indicação do deputado Alexandre Baldy para o Ministério das Cidades.

“A relação política dele é com o presidente Rodrigo Maia. Somos primos, mas os seus pais se mudaram para Goiás na década de 60”, afirmou.

Mouco é um dos mais próximos assessores de Temer e braço direito do ministro Moreira Franco.

Ele ocupa uma sala no Palácio do Planalto e é contratado pela agência Isobar – que tem um contrato milionário da Secretaria de Comunicação Social. A agência divide com a agência TV1 um contrato de R$ 44 milhões.

O partido Podemos anunciou, nesta segunda-feira, a desfiliação do deputado Alexandre Baldy (GO), que deve deixar o mandato de deputado federal para assumir o Ministério das Cidades. De acordo com a presidente do partido, deputada Renata Abreu (SP), a saída de Baldy da legenda já era cogitada pelo próprio parlamentar e a notícia de sua ida para o ministério só reforçou sua desfiliação.

— A gente não interesse nenhum que parlamentares do nosso partido estejam na linha de frente desse governo — declarou a presidente Renata Abreu.

Em nota oficial, o partido afirma que o ingresso de Alexandre Baldy no ministério é “incompatível com a posição de independência do Podemos em relação ao Governo e com o projeto político que propõe uma alternativa para o país”.

Andréa Sadi e Karla Gamba

Comentários

comentários

Veja também