Idosa de 67 anos morre depois de passar cloro no cabelo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Uma idosa de 67 anos morreu após usar cloro para descolorir o cabelo, nesta terça-feira (20), em São Mateus, região Norte do Espírito Santo. Familiares relataram que a idosa foi levada ao Hospital Roberto Silvares quatro dias após utilizar o produto químico. Ela ficou internada durante sete dias, mas não resistiu. O laudo médico aponta que a morte foi causada por uma pneumonia agravada por problema respiratório, provocado pelo uso do produto.

 

De acordo com a nora da idosa, Maricéia Alves, as complicações respiratórias surgiram após o uso do produto químico. “Ela usou cloro para descolorir o cabelo e começou a passar mal. Os olhos dela incharam, ela sentiu dificuldade para respirar e começou a tossir muito. No hospital ela chegou a ser entubada e o médico falou que o que causou mesmo a morte dela foi o produto químico, que é o cloro”, relatou Mariceia.

 

Ainda segundo Maricéia, a sogra tinha o hábito de usar o produto nas atividades doméstica. “Para lavar roupas, limpar a casa, o banheiro, em todos os afazeres ela usava o cloro. Usava muito. Sempre usou”, disse.

 

Fonte: Redação/ G1

OUTRAS NOTÍCIAS