Carlos Lima
Hoje dia 25/06/2019 às 05:22:50

Ciências
Carlos Lima | Publicado em 14/01/2019 às 14:32:08

A Nasa relatou a passagem de um gigante asteroide perto da Terra

A Nasa relatou a  passagem de um  gigante asteroide perto da Terra Asteroide vai passar perto da Terra (Foto: Fotolia / AND Inc)

Um gigante asteroide descoberto por radares no mês passado voou perto da Terra durante as primeiras horas desta segunda-feira (14).

O corpo celeste, apelidado pela Nasa de Asteroide 2019 AG3, provocou o chamado “Earth Close Approach”, ou seja, abordagem perto da Terra.

Segundo os cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da NASA, eles detectaram o voo do asteroide às 2h18 GMT (00h18 em Brasília).

Entretanto, a Nasa não espera que um asteroide atinja a Terra em breve, porém, devido ao seu tamanho, cientistas acreditam que seja necessário rastrear os movimentos do corpo celeste, segundo artigo publicado pelo jornal Express.

O laboratório da Nasa estima que o asteroide AG3 meça em torno de 64 a 140 metros de diâmetro, sendo assim, o asteroide seria o dobro da envergadura de um avião Boeing 747.

Além disso, com essas medidas o asteroide passa a ser considerado um “asteroide potencialmente perigoso”, caso ele se aproxime da Terra.

Atualmente, o asteroide potencialmente perigoso mais conhecido é o asteroide Apollo, que possui um diâmetro estimado em 7 km.

Segundo o relatório da Nasa, objetos pertos da Terra e com mais 140 metros de diâmetro possuem um grande potencial de causar danos ao entrar em regiões ou continentes, pois poderiam atingir a Terra com uma energia mínima de mais de 60 megatons de TNT, ou seja, muito mais poderoso do que uma arma nuclear.

Atualmente, a Nasa e seus parceiros catalogaram aproximadamente um terço dos 25.000 objetos próximos à Terra que possuem no mínimo 140 metros de diâmetro.

Conforme a Nasa, o asteroide AG3 se desviou da Terra em mais de 4,9 milhões de km, o que é equivalente a 12,86 distâncias lunares ou 12,86 vezes a distância da Terra à Lua.

O AG3 voou a uma velocidade alucinante de mais de 14,62 km/s.

JB

Comentários

comentários

Veja também