Carlos Lima
Hoje dia 11/12/2019 às 16:06:56

Ciências
Carlos Lima | Publicado em 19/07/2019 às 09:57:32

Afinal, ETs visitaram a Terra? Cientistas japoneses comentam a possibilidade

Afinal, ETs visitaram a Terra? Cientistas japoneses comentam a possibilidade Foto:CC0 / tombud / OVNI

Os astrônomos japoneses estão em constante busca por vida extraterrestre. No entanto, até o momento não foi encontrada nenhuma prova de visita de seres alienígenas à Terra, disse o professor japonês Hitosi Yamaoka à Sputnik.

Segundo Yamaoka, os cientistas de seu país estão muito interessados na busca por vida fora da Terra. Além disso, o Japão abriga um centro de astrobiologia, cuja função é encontrar exoplanetas com condições ideais à vida. O cientista afirma que quase todos os pesquisadores acreditam em vida extraterrestre, mas rejeitam a ideia de que nosso planeta já tenha sido visitado por alienígenas.

Planetas como a Terra existem?
A crença em vida extraterreste se sustenta na possibilidade de existirem planetas com organismos vivos fora do Sistema Solar. Os exoplanetas podem ser habitados por organismos vivos se tiverem oxigênio e água em estado líquido. Há um corpo celeste que tem despertado grande curiosidade: o Proxima b.

O cientista afirma que nesse planeta há condições para a presença de água em estado líquido, o que é fundamental para a existência de vida. Além dele, foram descobertos quase uma centena de planetas com características propícias à vida. O que resta é “construir telescópios para os estudar”, diz o professor.

Área 51
Há pouco tempo no Facebook foi lançada uma campanha para invadir a famosa Área 51, nos EUA. Acredita-se que a base militar norte-americana guarda provas de visitas extraterrestres à Terra, assim como alienígenas. Ao todo, 1,5 milhão de pessoas confirmaram sua presença no evento. Por sua vez, militares americanos disseram que não permitirão a invasão da base e que a irão defender.

A Área 51 foi referida no filme americano Independence Day como sendo lugar de pesquisas científicas com alienígenas, embora seu nome verdadeiro permaneça uma incógnita. Somente em 2013 o governo norte-americano reconheceu a sua existência e ainda mantém a base sob forte sistema de segurança.

Sputnik

Comentários

comentários

Veja também