Carlos Lima
Hoje dia 21/10/2018 às 17:03:08

Religião
Carlos Lima | Publicado em 17/12/2017 às 11:05:19

Atentado durante missa em igreja metodista no Paquistão, deixam vários mortos

Atentado durante missa em igreja metodista no Paquistão, deixam vários mortos A igreja logo após o atentado BANARAS KHAN (AFP)

Pelo menos cinco pessoas morreram e outras 30 ficaram feridas neste domingo em um atentado suicida durante a missa dominical em uma igreja metodista de Quetta, sudoeste do Paquistão, perpetrado por duas pessoas a uma semana do Natal, segundo informou Abdul Razaq Sheema, alto funcionário da polícia local.

Sheema afirmou que dois suspeitos invadiram a igreja metodista Bethel Memorial, na praça Imdad, de Quetta, durante o serviço religioso dominical. Sarfraz Bugti, secretário do Interior do Governo da província de Baluquistão, da qual Quetta é a capital, declarou ao canal de TV paquistanês Geo que pelo menos “dois suicidas atacaram a igreja”. “Um deles detonou os explosivos que trazia consigo logo na entrada da igreja e o outro foi abatido do lado de dentro”, detalhou Bugti.

“Foram transportados para o hospital 5 corpos e 30 feridos, dentre os quais existem mulheres e crianças”, afirmou à agência EFE o superintendente do Hospital Civil de Quetta, Hidayat Ullah.

O secretário afirmou que cerca de 250 pessoas costumam comparecer à igreja aos domingos, mas que desta vez o público era maior por causa da proximidade do Natal. A província de Baluquistão, que faz fronteira com o Irã e o Afeganistão, é a região mais instável do Paquistão, devastada pelo ativismo islamista, a violência sectária e uma insurgência separatista.

O Governo do Baluquistão decretou estado de emergência nos hospitais de Quetta e convocou todo o pessoal médico a estar disponível, bem como as instalações preparadas, para receber possíveis feridos, segundo um comunicado.

Os ataques contra minorias religiosas no Baluquistão são frequentes. O mais recente ocorreu em 25 de outubro, registrando pelo menos 18 pessoas mortas e 25 feridas em um atentado suicida com bomba a um templo sufi. O Paquistão é um país de maioria muçulmana sunita, onde os cristãos somam menos de 4 milhões de pessoas em uma população de quase 200 milhões de habitantes.

 

EL PAÍS

Comentários

comentários

Veja também