Carlos Lima
Hoje dia 18/02/2020 às 21:26:31

Sergio Jones
Sérgio Jones | Publicado em 02/01/2020 às 13:34:49

Elevado grau de toxidade de Bolsonaro ameaça à saúde do povo brasileiro/ Por Sérgio Jones*

Elevado grau de toxidade de Bolsonaro ameaça à saúde do povo brasileiro/ Por Sérgio Jones* Cultivo saudável

Conforme especialista apuraram ao longo do ano de 2019, este se encerra como o mais tóxico em mais de uma década.

Além de ser considerado como um trágico capítulo para a agricultura brasileira e para a população.

Em apenas 12 meses, foram aprovados 467 novos agrotóxicos, que vão parar no nosso prato, contaminar trabalhadores rurais, o solo e a água que bebemos e destruir a biodiversidade.

Na política não está sendo diferente, temos um presidente com elevado grau de toxidade letal, que está conduzindo o país e o seu povo, para o caos social e o envenenamento coletivo.

O Greenpeace Brasil em 2018, pressionou os parlamentares para que não votassem em favor de absurdos como o Pacote do Veneno, em 2019 essa situação mudou bruscamente.

Em contrapartida parte do o povo brasileiro em 2018 dando uma demonstração de total insanidade e irresponsabilidade referendou o nome do psicopata Jair Bolsonaro, nas urnas.

Com a experiência dessa política bizarra resultou em um imperdoável erro histórico, que elegeu o enfermo presidente Jair Bolsonaro.

Resultado dessa alquimia está fazendo com que o povo brasileiro viva experiência amarga de agrotóxicos que são empurrados goela abaixo, sem que o mesmo seja consultado, sem debate.

Toda essa aprovação está sendo sancionada pela ‘caneta azul’ da dama do veneno Tereza Cristina, Ministra da Agricultura.

Dama do veneno que há muito fez a opção pela morte em detrimento da vida, ao militar em favor da liberação de agrotóxicos letais.

Uma regressão no tempo podemos constatar que entre 1º de janeiro até o final de dezembro de 2019, foram liberados 467 novos produtos, o que foi considerado um recorde!

O ritmo de liberações de agrotóxicos segundo se apurou foi tão intenso que já pode ser considerado o ano mais tóxico dos últimos 15 anos para a agricultura e alimentação.

O que significa dizer que se o povo não morrer de inanição, certamente morrerá por envenenamento.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Comentários

comentários

Veja também