Carlos Lima
Hoje dia 26/04/2019 às 05:36:39

Religião
Carlos Lima | Publicado em 17/04/2019 às 12:14:59

famosos já pensaram em desistir de tudo após descoberta da síndrome do pânico

famosos já pensaram em desistir de tudo após descoberta da síndrome do pânico Foto: Reprodução/Instagram

Na infância, ela estourou no grupo Balão Mágico, no entanto, a cantora Simony passou por um momento bastante complicado na sua vida em sua juventude. Em entrevista com Luciana Gimenez, a artista revelou ter sido diagnosticada com síndrome do pânico no auge de seus 20 anos.

“Era algo meio que desconhecido. As pessoas achavam que era frescura, então eu sempre ia ao médico e: ‘ah, não tem nada’. Aquilo foi piorando e chegou uma hora em que eu cancelei todos os shows, dormia de mão dada com a minha mãe, larguei carro dentro de túnel várias vezes. Quando dá a crise é terrível”, revelou ao programa Luciana By Night da RedeTV!.

Simony tem se definido como evangélica nos últimos anos e isso lhe trouxe muito julgamento nas redes sociais por causa de seu comportamento. Sobre isso, a artista declarou que não gosta de dar satisfação de sua vida sobre o assunto, por isso nem compartilha nada sobre religião em seus perfis.

“Não quero que ninguém saiba porque depois ficam: ‘ai, porque ela faz isso se é evangélica, nossa, ela é budista e faz isso’. A religião é minha, eu que vou lá fazer, eu que vou lá pedir a Deus e ninguém precisa saber. Só eu sei da minha religião, eu e Deus”, explicou.

PADRE FÁBIO DE MELO

E foi também na Rede TV que 0 Padre Fábio de Melo falou sobre Síndrome do Pânico, doença da qual recebeu o diagnóstico em 2015 e voltou a sentir os sintomas no final de 2018. Em entrevista para o Mariana Godoy Entrevista, o Padre abriu seu coração e revelou ter pensado em desistir diversas vezes.

“Isso, para mim, no meu caso, foi a fatura de uma vida mal vivida. De uma vida sem tempo para um cultivo pessoal absolutamente necessário, porque não importa qual seja a nossa atividade, todos os humanos têm a mesma necessidade. […] Tenho sido muito fiel ao reconhecer essa necessidade de quietude e de silêncio, de um pouco sossego. […] Eu pensei em morrer muitas vezes, em deixar de fazer tudo que faço, em acabar com tudo o que eu tinha iniciado. É impressionante como o pânico retira o chão da gente”, disse ele.

O padre falou ainda sobre a importância do tratamento contra a doença. “Quando comecei a sentir os primeiros medos, eu não soube identificá-los. Achei que era cansaço, desgaste natural do dia a dia e fico muito assustado que nos dias de hoje a gente tenha se acostumado com algumas patologias mentais que são produzidas por nós mesmos, pelo nosso estilo de vida. A gente não sabe o momento de pedir ajuda”, finalizou.

GISELE BÜNDCHEN

Para a youtuber Giovanna Ewbank, nossa eterna top model Gisele Bündchen fez uma confissão chocante que está em seu livro Aprendizados. Lá, ela relata como sofreu com síndromes do pânico.

A modelo abriu o jogo sobre o início de sua carreira e desabafou sobre a Síndrome do Pânico que enfrentou aos 20 anos de idade. “Sentia que não podia dividir com ninguém, as pessoas olhavam pra mim e não tinham compaixão por mim. Diziam, ‘você tem tudo na vida, você não pode ter nenhum problema’. Eu via as dificuldades das pessoas e achava que não tinha direito de pedir ajuda. Foi muito difícil para mim. Sofri calada por muito tempo.”

Gisele também falou sobre sua decisão de não recorrer aos remédios. “Fui no médico e ele me passou um medicamento, mas eu fiquei pensando: ‘E se eu perder esse remédio? Eu morro?’ Minha religião é o amor, a minha catedral é a natureza e todo o meu corpo dizia não para isso”, comentou. “Eu rezava e veio para mim ioga. Eu dei um google, veio na minha cabeça. Então às 5h30 eu acordava, vinha uma professora em minha casa para treinar,” ela admitiu. 😮

Tv foco

 

Comentários

comentários

Veja também