Carlos Lima
Hoje dia 07/12/2019 às 07:24:49

Blog Carlos Lima
Carlos Lima | Publicado em 26/11/2019 às 10:13:07

Feira: perpetuação política gera imobilidade social/por Carlos Lima

Feira: perpetuação política gera imobilidade social/por Carlos Lima Quatro anos depois,terminal do BRT na Nóide Cerqueira - outubro de 2019

Podemos avaliar e não confirmar, que no processo democrático é inquestionável que uma liderança política encastelada no poder por 20 anos, dos quais mais de 15 no comando direto das decisões de um município, estado ou nação, destrói a alternância administrativa, beneficia pequenos grupos empresariais e manipula os recursos do povo.

Há uma diferença fundamental no desenvolvimento quando um único líder político constrói e manipula com eficiência o processo eleitoral para se perpetuar por décadas no comando de uma unidade da federação.

Suas ações são idênticas ao comportamento adotado pelos grandes ditadores, quando não, dos chefes de organizações mafiosas. Dada às devidas proporções.

A sociedade passa anos convivendo com os mesmos nomes nas mais diversas funções e os vícios se ampliam, principalmente porque seguem a mesma orientação e, na maioria das vezes, voltadas apenas para beneficiar eleitoralmente a liderança e o grupo político do qual fazem parte.

Os empresários são escolhidos a dedo, entre eles destacam-se aqueles que contribuem financeiramente, nas suas diversas formas, legítimas ou não. Outros vivem subjugados.

As obras realizadas são minimamente estruturantes. Os projetos caracterizam-se pela construção personalista e eleitoreira. Todas facilmente identificáveis.

Em outra vertente existe uma prioridade da qual não abrem mão. Trata-se de cooptação de lideranças opositoras com negociações espúrias.

A imprensa se torna parcial, seja com os profissionais ou os empresários da área. Isto é possível pela movimentação financeira.  Aqueles que não se submetem a esta nefasta prática são desconstruídos.

O município de Feira de Santana vive esse momento.

É como se o seu povo fosse incapaz e incompetente para escolher seus governantes. Eles acreditam que podem continuar enganando para sempre.

O objetivo desses maus políticos é manipular a maioria dos eleitores e manter à aparência …

Não é preciso ler os principais especialistas em política e democracia do mundo, para entender o que acontecerá num futuro próximo, em Feira de Santana se não houver uma alternância de poder.

O município nesses últimos 20 anos vive um processo altamente corrosivo, com a destruição perversa das suas instituições, que sobrevivem  sob uma forte camuflagem que influencia de forma equivocada a opinião pública.

Para eles, as forças de extrema direita, considerada em ascensão representada pelo presidente Jair Bolsonaro, é a garantia e a continuação desse grupo político no poder em 2020.

É preciso mudar.

Carlos Lima

 

Obs.:26 de novembro de 2015 às 10:05 · O município de Feira de Santana acaba de receber os recursos, aparentemente, destinados ao BRT e ao Mercado de Arte. Lá na frente veremos o desastre desse BRT fajuto! BRT funciona quando liga bairros ao centro ou bairro a bairro. O “nosso” é centro ao próprio centro. SANDRO COSTA. A fonte: transparência Brasil.

Comentários

comentários

Veja também