Carlos Lima
Hoje dia 09/12/2019 às 20:26:14

Feira de Santana
Carlos Lima | Publicado em 03/12/2019 às 11:50:07

Ignorância de vereadores envergonha e humilha o legislativo feirense/por Carlos Lima

Ignorância de vereadores envergonha e humilha o legislativo feirense/por Carlos Lima Pode ser mera coincidência

Mais uma vez a incapacidade legislativa de parte dos vereadores de Feira de Santana, se sobressai diante do pronunciamento na Tribuna da Casa, do vereador Isaías de Diogo (PDT).

Demonstrando e comprovando que em dois mandatos sequenciados não conseguiu aprender ou entender o funcionamento de uma cooperativa, mesmo, segundo comentários populares, tendo indicado diversos seguidores para esse setor.

Cooperados não são empregados da Cooperativa e não recebem salário. Não tem direito a 13º salário e não estão inclusos no que sobrou das Leis Trabalhistas após sua mais recente reforma.

Os cooperados são proprietários, fazem uma retirada mensal e no final do ano o lucro da Cooperativa é dividido em entre todos eles.

O vereador afirmou que: “Estou de olhos abertos para as cooperativas. Chega de enganar esse povo sofrido. Não justifica esse rateio não. Pagam apenas R$ 200 a título de 13º salário, com a justificativa de que esse valor é o que cabe a cada cooperado quando da divisão dos lucros da cooperativa. Estou atento para defender os direitos dos trabalhadores. Não existe rateio de 13º, este é um direito do trabalhador, é um bônus que ele recebe”, defendeu Isaías.

O que ele não sabe é que o cooperado é também empregador, é um dos donos da Cooperativa.

Ele devia ficar era de olho aberto para a contratação dessas cooperativas, e na aplicação da Lei que regulamenta esse segmento.

Parte dos vereadores só se volta contra essas cooperativas quando cortam a indicação de nomes ou perdem benesses financeiras e eleitoreiras, que desconhecemos, mais contrariam seus interesses, conforme comentários que circulam nos bastidores políticos da cidade.

Demonstrando a mesma ignorância sobre o assunto, em aparte ao edil Isaias de Diogo,  o vereador Luiz da Feira (PCdoB) foi solidário a fala do seu colega,  “Parabéns pela luta pelos nossos cooperados. Não é justo receber menos que o mínimo como salário e ter o 13º rateado. O 13º salário é o recurso que permite o trabalhador comprar o panetone”, disse ele.

Alguém possui dois bastões guia para cegos que possam ser doados?

É o que eles estão necessitando.

São cegos que enxergam mais não veem.

Esses são os representantes do povo, que Deus tenha piedade de todos nós.

Carlos Lima

Comentários

comentários

Veja também