Carlos Lima
Hoje dia 17/11/2019 às 06:30:17

Feira de Santana
Carlos Lima | Publicado em 31/08/2019 às 10:18:16

Sábado é dia vacinação antirrábica no Centro de Zoonoses

Sábado é dia vacinação antirrábica no Centro de Zoonoses

A raiva é uma doença letal para seres humanos e animais. A imunização de cães e gatos é a melhor forma de prevenir contra a doença.

Neste sábado (31), a Prefeitura, através da Secretaria de Saúde, estará promovendo a vacinação antirrábica.

A ação acontece das 8h às 16h no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), localizado na avenida Eduardo Froes da Mota, bairro Jussara.

Podem ser vacinados cães e gatos a partir dos três meses de idade. Fêmeas paridas também podem ser vacinadas e não há contraindicação para a vacina.

Os donos dos animais devem levar a caderneta de vacinação do pet, caso possua.

Todos os animais necessitam ser levados com coleira, já os agressivos devem estar utilizando coleira e mordaça.

“Pretendemos imunizar o maior quantitativo de animais que ainda não foram vacinados durante o início do ano, no cronograma de rotina”, afirma Mirza Cordeiro, médica veterinária e coordenadora do CCZ.

Ainda de acordo com ela, a partir desta segunda-feira (02) não haverá mais doses da vacina antirrábica, motivada pelo atraso no recebimento das doses pelo Ministério da Saúde.

A iniciativa do governo Colbert Martins Filho é uma estratégia de imunização devido a campanha nacional de vacinação antirrábica ter sido cancelada pelo Ministério.

Segundo o comunicado emitido pelo MS, a previsão de abastecimento será em novembro.

Casos de raiva

O CCZ não registra casos de raiva em humanos há cerca de 14 anos. Caso haja alguma situação de agressão, mordedura ou lambedura de feridas de animais em humanos é necessário que o paciente se dirija ao Centro de Saúde Especializada Dr. Leone Coelho Lêda (CSE) para ser examinado e cumprir os protocolos contra a raiva em humanos.

“Os donos de animais que percebam a mudança de comportamento em cães e gatos devem acionar o CCZ pelo telefone 3614-3613”, orienta Mirza Cordeiro.

Ela ainda alerta que morcegos também são transmissores do vírus da raiva. “Qualquer situação de acidente com morcegos deve ser sinalizada ao CCZ”, findou a veterinária.

Secom

Comentários

comentários

Veja também