Carlos Lima
Hoje dia 22/01/2020 às 17:17:18

Sergio Jones
Sérgio Jones | Publicado em 27/12/2019 às 09:36:26

Tentativa de limpar a sujeira física no legislativo feirense custa quase dois milhões ao contribuinte/ Por Sérgio Jones*

Tentativa de limpar a sujeira física no legislativo feirense custa quase dois milhões ao contribuinte/ Por Sérgio Jones* SUJEIRA FÍSICA E MORAL NO LEGISLATIVO FEIRENSE

Matéria veiculada no blog do Velame nesta sexta-feira (27), chama acertadamente a atenção para as incoerências políticas registradas em Feira de Santana, a terra de Lucas. Com os excessivos e desnecessários gastos financeiros feitos pela Câmara Municipal, gestão do presidente José Carneiro.

Os gastos são tão elevados que chamou à atenção do Tribunal de Contas do Município (TCM). Este chegou a questionar e considerar abusivo o investimento de aproximadamente dois milhões no quesito limpeza.

O que prova que até mesmo as suas excelências reconhecem a sujeira ali existente, que segundo se comenta nos bastidores políticos estas sujeiras não acontecem apenas nas dependências físicas do prédio.

Ela também ocorre no plano moral. E para esta, não inventaram detergente capaz de higienizá-la.

Ao longo da matéria, outros pontos importantes são citados como exemplo de uma demonstração de administração séria ocorridas nos legislativos dos municípios de Andaraí e Cruz das Almas, ambas deram bom exemplo de austeridade em 2019.

Restituíram os recursos recebido através do duodécimo destinados as despesas dos legislativos, o que resultou em uma economia de R$500 mil para a cidade situada na Chapada e R$100 mil para a cidade do recôncavo.

Está previsto para o ano de 2020, para o legislativo feirense, um orçamento em torno de R$ 34 milhões. Provavelmente, todo ele será torrado pela sanha selvagem adotada pelos nossos deletérios vereadores.

Com a realização de gastos abusivos com vale alimentação; distribuição graciosas com novos celulares para suas excelências; consumo desenfreado de iogurtes para aplacar a fome pantagruélica dos vereadores, entre outros atos vorazes tão ao gosto requintado deste honoráveis senhores.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Comentários

comentários

Veja também