Carlos Lima
Hoje dia 24/08/2019 às 18:11:14

Economia
Carlos Lima | Publicado em 30/07/2019 às 12:04:21

Banco sofre ataque hacker contra 100 milhões de clientes

Banco sofre ataque hacker contra 100 milhões de clientes (FILES) In this file photo taken on April 17, 2019 A US flag flies above the Capital One Bank Headquarters in New York City. - A tech engineer in the western US state of Washington was arrested Monday July 29, 2019 on charges of stealing sensitive data from millions of credit card applications at financial heavyweight Capital One. (Photo by Johannes EISELE / AFP)

O banco Capital One anunciou que foi alvo de um ataque hacker que expôs dados de 100 milhões de clientes de cartões de crédito, contas bancárias e de serviços sociais, em mais um caso de vulnerabilidade informática e vazamento de dados nos Estados Unidos.

O FBI prendeu uma mulher de Seattle, Paige Thompson, de 33 anos, sob suspeita de ligação com o crime. Ela está sendo acusada de fraude e deverá comparecer a um tribunal ainda nesta semana.

Thompson, que trabalhou para a Amazon Web Services, teria encontrado uma “vulnerabilidade de configuração” no sistema de segurança do aplicativo digital do banco e explorado milhares de dados armazenados em nuvem. O banco percebeu o ataque em 19 de julho e imediatamente reportou às autoridades. O Capital One estima que o ataque tenha gerado um prejuízo de US$ 100 a US$ 150 milhões – é possível que esse seja um dos maiores episódios de falha informática em serviços financeiros da história dos EUA -.

A Capital One, porém, garantiu que, apesar da hacker ter acessado os dados, “nenhuma conta de cartão de crédito ou credencial de login foi comprometida, e mais de 99% dos números da Segurança Social também não foram comprometidos”.

O FBI acredita que Thompson tinha como objetivo vender os dados pessoais, datas de aniversário e informações bancárias dos clientes. A Capital One Financial Corporation é uma holding bancária especializada em cartões de crédito, empréstimos para automóveis, bancos e contas de poupança com sede em McLean, na Virgínia.

Em 2017, o banco Equifax sofreu um furto de informações pessoais de 147 milhões de clientes nos EUA. A empresa teve que pagar US$ 1,38 bilhão em ressarcimento de danos aos afetados.

Agência ANSA

Comentários

comentários

Veja também