Carlos Lima
Hoje dia 05/04/2020 às 20:43:12

Economia
Carlos Lima | Publicado em 24/01/2020 às 16:31:11

Bolsonaro contraria Guedes e veta “imposto do pecado

Bolsonaro contraria Guedes e veta “imposto do pecado Bolsonaro e Guedes

Jair Bolsonaro negou nesta sexta-feira (24) a possibilidade de aplicar um imposto que atingiria cerveja, fumo e doces, sugerido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Em coletiva, Bolsonaro rebateu Guedes e disse que “não haverá tributação nem sobre álcool, nem sobre os outros produtos que são prejudiciais à saúde”.

“Ô Paulo Guedes, eu te sigo 99%, mas aumento no preço da cerveja, não”, disse ele, como foi noticiado pelo jornal Folha de S.Paulo.

“Ô Moro, aumentar a cerveja não, hein Moro..”, disse Bolsonaro, confundindo Guedes com o ministro da Justiça, Sergio Moro.

“Acho que o Moro gosta de uma cervejinha…será que ele gosta?”.

Segundo Bolsonaro, a orientação do governo é, não teremos qualquer nenhuma majoração de carga tributária.

Entenda:

Paulo Guedes disse na quinta-feira (23) que pediu à sua equipe para estudar a criação do “imposto do pecado”, que taxaria cigarros, bebidas e produtos com açúcar.

“Eu pedi para simular tudo. Bens que fazem mal para a saúde. Caso [as pessoas] queiram fumar, têm hospital lá na frente”, disse o ministro para jornalistas em Davos, segundo publicado pelo jornal O Globo.

Guedes teve hoje seu último dia de compromissos na cidade suíça, onde representou o governo brasileiro no Fórum Econômico Mundial.

Antes de chegar já foi contestado e sua provável decisão revogada antes de ser adotada.

Será que ele gosta de uma cervejinha como perguntou Bolsonaro?

Brasil

Comentários

comentários

Veja também