Carlos Lima
Hoje dia 15/11/2018 às 02:55:54

Economia
Carlos Lima | Publicado em 14/09/2018 às 11:17:54

Zurich Airport ‘está pronta’ para leilão de aeroportos, afirma presidente

Zurich Airport ‘está pronta’ para leilão de aeroportos, afirma presidente

O presidente da Zurich Airport para a América Latina, Stefan Conrad, afirmou nesta 5ª feira (13.set.2018) que a empresa está pronta e tem muito interesse em participar do leilão de 3 blocos de aeroportos da Infraero, que vem sendo planejado pelo governo brasileiro.

A expectativa do executivo é que o leilão seja realizado ainda neste ano, em dezembro.

 Conrad sinalizou que a companhia tem interesse em expandir a operação no país e na América Latina.

A empresa já atua no Brasil como administradora do aeroporto Internacional de Florianópolis e é sócia no aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, pelo consórcio BH Airport, com a empresa brasileira CCR.

Conrad afirmou que a companhia tem interesse nos 3 blocos que serão ofertados e que não há uma preferência específica.

“Não temos preferência. Com certeza haverá mais competição pelo bloco do Nordeste, por conta de Recife e menos competição no Mato Grosso”.

Apesar da expectativa, não há certeza que haverá tempo hábil para realização do leilão neste ano.

O governo encaminhou os estudos de validade técnica, econômica e ambiental ao TCU (Tribunal de Contas da União) em 23 de julho.

Os documentos estão sendo analisados pela área técnica da Corte de Contas e ainda devem ser analisados pelo plenário, sob relatoria do ministro Bruno Dantas. O governo aguarda aval para publicação dos editais.

A venda dos aeroportos será dividida em 3 blocos e serão divididos por região. Eis a lista dos aeroportos que serão privatizados:

  • No Nordeste: Aracaju (SE); Campina Grande (PB); João Pessoa (PB); Juazeiro do Norte (CE); Maceió (AL) e Recife (PE);
  • No Centro-Oeste (todos no Mato Grosso): Alta Floresta; Sinop; Várzea Grande; Rondonópolis e Barra do Garças.
  • No Sudeste: Macaé (RJ) e Vitória (ES).

Segundo as regras da licitação, empresas que já administram outros aeroportos concedidos no Brasil, como a Zurich, podem fazer ofertas.

Também é permitido que a mesma empresa administre todos os blocos da rodada. Conrad afirmou que a empresa mantém o interesse no aeroporto de Viracopos, que pediu recuperação judicial em maio deste ano.

A Zurich, em parceria com a empresa brasileira IG4 Capital, estão negociando junto aos credores para comprar o terminal em São Paulo.

Conrad afirmou que as negociações estão em progresso e que vão aguardar uma sinalização positiva até o final deste ano.

Marlla Sabino

Comentários

comentários

Veja também