Carlos Lima
Hoje dia 19/03/2019 às 16:39:58

Educação
Carlos Lima | Publicado em 08/03/2019 às 12:08:11

Ex-aluno de escola pública ganha bolsa de curso em Harvard.

Ex-aluno de escola pública ganha bolsa de curso em Harvard. Foto: Divulgação

Ex-aluno de escola pública, o estudante de medicina Matheus Reis, de 22 anos, ganhou uma bolsa de estudos para cursar um ano de medicina na Universidade de Harvard, uma das mais renomadas do mundo. Ele participou de um processo seletivo que escolhe oito estudantes de diferentes países para estudar na instituição americana.

Até a chegada do dia do embarque, em 8 de julho, ele revisita a família e antigos professores que o incentivaram em Taubaté (SP). Com o ensino fundamental cursado na escola municipal do Bosque da Saúde, aos 14 anos ele foi aprovado no Colégio da Embraer para estudar o ensino médio. Aos 19 anos conseguiu a sonhada aprovação em medicina na Universidade de São Paulo (USP), que tem um dos vestibulares mais concorridos do país.

“O primeiro livro que li na vida, foi um livro que emprestei da escola pública daqui”, relembra ele ao reencontrar com a antiga professora de história, Shirley Franceliano. “Até o 8º ano ele aprontava. Chegou no 9º ano, lembro dele me perguntando se conseguiria passar na prova da Embraer. Essa foi a deixa”, conta ela.

Em 2017, Matheus representou o Brasil em uma assembleia na Organização das Nações Unidas – ONU em Nova York, que reuniu jovens de vários países para discutir projetos para o desenvolvimento sustentável do planeta.
O jovem já era um grande motivo de orgulho para a família e com mais essa aprovação, agora em Harvard, está deixando até a mãe, Regina Célia, em dúvida se é tudo real ou um sonho.

“Isso tudo é maravilhoso. Eu imaginava que só quem era muito rico que conseguiria formar um filho. Para mim tudo isso era impossível, mas agora vendo o Matheus, vejo que não é impossível”, contou a mãe emocionada.
De família simples, Matheus sonha em se formar médico para ajudar a sua comunidade e transformar a saúde no país. “Eu quero voltar para o Brasil, poder ser um dos melhores médicos do país e impactar a saúde de forma a melhorá-la não só pra mim, mas pra toda a população”, conta.

O pai do Matheus está esperançoso e acredita que com os ensinamentos que ele tiver em Harvard, poderá fazer a diferença na vida dos pacientes que dependem da saúde pública. “Eu desejo que ele vá para os Estados Unidos e traga todas as técnicas possíveis. Ele vai vir um doutor preparado”, afirmou .

G1

Comentários

comentários

Veja também