Carlos Lima
Hoje dia 19/11/2019 às 23:51:38

Educação
Carlos Lima | Publicado em 22/06/2019 às 10:32:28

Movimento contra a violência do Estado será lançado dia 24 de junho

Movimento contra a violência do Estado será lançado dia 24 de junho

A 1ª Caminhada do Silêncio ainda ecoa, forte.

A marcha realizada em São Paulo contra a violência do Estado brasileiro continua seu rumo abraçando a eterna luta.

Na próxima segunda-feira, dia 24, será lançado o movimento ‘Vozes do Silêncio contra a Violência de Estado’, contribuindo para a luta por justiça, preservação da memória e resgate da verdade para que as graves violações de direitos humanos cessem, que cessam as prisões ilegais, tortura, assassinatos e desaparecidos forçados.

O movimento será lançado com a realização de um ato público e divulgação de manifesto. A iniciativa é da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, do Núcleo Memória,, da Pontifícia Universidade Católica (PUC), e do Instituto Vladimir Herzog.

Além dessas entidades, a ação tem o apoio da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC/MPF); da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo (SMDHC/SP); da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SP); do Comitê Paulista de Memória e Verdade; do CA 22 de Agosto da Faculdade de Direito, da PUC/SP; do DCE Livre da USP “Alexandre Vannucchi Leme”; bem como da TV PUC, que transmitirá o evento ao vivo pelo Youtube.

Com início às 19h, o ato fará uma retrospectiva demonstrando as reiteradas e contínuas práticas violentas de agentes do Estado.

Em seguida, a divulgação dos pontos do ‘Manifesto Vozes do Silêncio’, destacando a necessidade de medidas de combate à impunidade, bem como do pedido de providências urgentes, tal como a colocação em pauta, pelo Supremo Tribunal Federal da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 153 e outras ações que tratam da reinterpretação da Lei de Anistia até a aprovação de um protocolo nacional para sepultamento dos chamados ‘indigentes’, que trazem de volta a impunidade do passado e a falta de parâmetros para rastreamento de corpos que permitem que a violência estatal continue.

Por fim, terá lugar a primeira exibição pública do curta metragem ‘I Caminhada do Silêncio em São Paulo’, com direção de Camilo Tavares. Do mesmo diretor é o premiado documentário ‘O Dia que Durou 21 anos’.

Para finalizar, Renato Braz traz convidados especiais, como Eduardo Gudin e Vicente Barreto, para uma apresentação musical.

O evento acontecerá no Teatro da Universidade Católica de São Paulo (Tuca).

As entradas deverão ser retiradas entre 14h e 18h30, período no qual serão distribuídas senhas para quem não se inscreveu previamente, com prioridade para idosos e pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Vale ressaltar que as vagas são limitadas a 670 lugares e que o evento contará com tradução simultânea por intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e de especialistas em audiodescrição.

Serviço

Movimento “Vozes do Silêncio contra a Violência de Estado”

Entrada gratuita

Data: 24/06/2019

Horário: 19h

Local: Tuca – PUC/SP, Rua Monte Alegre, 1.024, Perdizes

Mais informações: movimentovozesdosilencio@gmail.com

Comentários

comentários

Veja também