Carlos Lima
Hoje dia 20/09/2019 às 11:36:03

Esportes
Carlos Lima | Publicado em 31/05/2019 às 10:16:29

Argentina e Brasil firmarão acordo para evitar presença de “barrabravas” na Copa América

Argentina e Brasil firmarão acordo para evitar presença de “barrabravas” na Copa América Foto: Divulgação

A Argentina firmará um convênio com o Brasil nesta quinta-feira para enviar forças de segurança e compartilhar informações sobre 5.400 torcedores com antecedentes de violência e delitos para que os chamados “barrabravas” não consigam entrar no país, que sediará a Copa América a partir do 14 de junho.

O acordo de cooperação será assinado pela ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich, e pelo ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil, Sergio Moro, durante a 43ª reunião de ministros do Interior e da Segurança e da 49ª reunião de ministros da Justiça do Mercosul e Estados associados, anunciou o governo argentino.

O encontro, que acontecerá no Departamento do Corpo de Polícia Montada da Cidade de Buenos Aires, contará com a presença de Alejandro Domínguez, presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

A base de dados inclui 5.400 torcedores de 44 times de futebol que foram proibidos de ter acesso aos estádios argentinos por terem participado de atos de violência, entre os quais se encontram 950 “barrabravas” do River Plate e 900 do Boca Juniors, informou à Reuters uma fonte do governo do presidente Mauricio Macri.

A partir desta informação, o Ministério da Justiça e Segurança Pública brasileiro resolveu “impedir o ingresso ao país de toda pessoa que conste dos sistemas de controle migratório como membro de uma torcida envolvida com violência nos estádios”, segundo um boletim assinado por Moro.

Por sua vez, tal como aconteceu durante a Copa da Rússia, virão ao Brasil seis pessoas do programa Tribuna Segura “para supervisionar os ingressos aos estádios e impedir o acesso de ‘barrabravas’ que tenham burlado os controles fronteiriços”, disse à Reuters o diretor nacional de segurança em eventos de futebol, Guillermo Madero.

A seleção argentina estreará na Copa América em 15 de junho frente à Colômbia em Salvador, voltará a jogar no dia 19 contra o Paraguai em Belo Horizonte e encerrará sua participação na primeira fase no dia 23 enfrentando o Catar em Porto Alegre.

Reuters

Comentários

comentários

Veja também