Carlos Lima
Hoje dia 21/11/2017 às 17:47:00

Esportes
Carlos Lima | Publicado em 29/06/2017 às 12:20:43

Enquanto Cristiano Ronaldo não definir se fica, Real Madrid não contrata ou vende ninguém

Enquanto Cristiano Ronaldo não definir se fica, Real Madrid não contrata ou vende ninguém Cristiano Ronaldo é liberado da Copa das Confederações para conhecer filhos

O Real Madrid deve realizar na próxima semana uma reunião com Cristiano Ronaldo para tratar do futuro do jogador.

Desde que o jornal A Bola revelou que CR7 tinha a intenção de deixar a equipe merengue depois de ser acusado de fraudar 14,7 milhões de euros (R$ 55 milhões) em impostos.

“Não ouvimos de sua boca se essa vontade é real ou não. Nós contamos com ele, mas temos que saber o que ele deseja”, acrescentou o diretor do Real ouvido pelo Marca.

Déjà vu? Como a saga de sucesso de Cristiano Ronaldo no Real reencontrou a ‘tristeza’ declarada de 2012

Ronaldo, que tem 32 anos, disputou a Copa das Confederações com sua seleção, que acabou eliminada do torneio da Fifa na última quarta, ao cair nos pênaltis para o Chile. Em seguida, ele foi liberado pela Federação Portuguesa para conhecer seus filhos gêmeos, que nasceram nesta semana. Portanto, ficará de fora da disputa de 3º lugar da competição de seleções

Os blancos, por sua vez, não incomodarão o craque nos próximos dias, para que ele possa aproveitar o tempo ao lado dos bebês e descansar antes de definir seu futuro. Isso ocorrerá na reunião de segunda ou terça, que contará com presença do presidente Florentino Pérez.

Enquanto CR7 não define se fica ou sai, o Real Madrid paralisou todas as operações de compra e venda de jogadores, já que seu planejamento depende muito do “fico” ou “saio” de Cristiano.

Nos últimos 12 meses, o português viveu uma de suas melhores temporadas com a camisa merengue, comandando as conquistas do Campeonato Espanhol e da Champions League.

No entanto, pouco depois da conquista do título europeu, em 13 de junho, o vencedor de quatro Bolas de Ouro foi denunciado pela Justiça espanhola por sonegação de impostos entre 2011 e 2014, correspondente a seus direitos de imagem.

Três dias depois, A Bola assegurou que o atacante se sentia “atacado” pela Fazenda espanhola e vinha sendo tratado como um “deliquente” e “palhaço de circo”. Por isso, decidiu abandonar a Espanha, e, por consequência, o Real Madrid.

Enquanto Ronaldo não dá o vedericto, muitos clubes seguem de perto sua situação, como Manchester United, time do qual também é ídolo, e Paris Saint-Germain, cuja diretoria vem há anos tentando abrir conversar para contar com o atual melhor jogador do mundo pela Fifa.

ESPN

Comentários

comentários

Veja também