Carlos Lima
Hoje dia 25/09/2017 às 17:13:42

Esportes
Carlos Lima | Publicado em 14/07/2017 às 15:33:09

Mulher Gato x Mulher Maravilha: dueto brasileiro fica fora da final em Budapeste

Mulher Gato x Mulher Maravilha: dueto brasileiro fica fora da final em Budapeste Luisa Borges e Maria Clara Lobo apostam nas heroínas, mas terminam em 15º - fora do grupo de 12 finalistas; elas comemoram nível da apresentação: "O tema fez nos sentirmos mais fortes na água"

O tema ajudou, a música levantou o público, mas o dueto feminino brasileiro do nado sincronizado não conseguiu o objetivo traçado para o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo disputado em Budapeste, na Hungria. Com apenas cinco meses de treinos juntas, Luisa Borges e Maria Clara Lobo terminaram em 15º lugar nas eliminatórias desta sexta-feira, rotina técnica.

Elas apostaram na apresentação Mulher Gato x Mulher Maravilha, mas não ficaram entre as 12 melhores que seguem para a decisão. No entanto, saíram aplaudidas da piscina e contentes com o resultado:

– Esse novo tema conseguiu surpreender todo mundo, nos sentimos mais fortes dentro da piscina por conta do tema Mulher Gato x Mulher Maravilha – disse Luisa.

Maria Clara e Luisa se juntaram no início do ano. Na Olimpíada do Rio, a dupla foi formada por Luisa e Duda Manucci, que foi ao Mundial como reserva. Com cinco meses de treinos, a dupla participou de apenas uma competição internacional, o Open de Santiago no Chile, e não viajou para os torneios do Circuito Mundial.

A apresentação começou com uma espécie de luta fora da águas entre as duas, uma usando arco e flecha e a outra um chicote. Luisa interpretou a Mulher Gato, enquanto Maria Clara foi a Mulher Maravilha.

– Gostamos muito da nadada, estávamos bem conectadas. Foi o melhor que podíamos fazer – disse Maria.

A Rússia ficou com a primeira posição(96,0062), seguida de China(92,9033) e Ucrânia (90,6940) . A decisão da medalha será neste domingo, às 6h (Brasília).

O Campeonato Mundial envolve seis modalidades: saltos ornamentais, nado sincronizado, águas abertas, natação, polo aquático e o high diving, que é o salto de plataforma alta. São mais de 2000 atletas presentes, e a delegação brasileira contará com quase 60 competidores. Confira aqui a programação completa do Mundial.

Na terça-feira, o time volta para a água, onde disputa a rotina livre, com o tema da Amazônia, em apresentação com o mesmo tema da Olimpíada.

Mais cedo, Giovana Stephan competiu a modalidade solo, mas ficou em 14º lugar e também ficou fora da final.

Guilherme Costa

 

Comentários

comentários

Veja também