Carlos Lima
Hoje dia 22/10/2018 às 12:17:33

Esportes
Carlos Lima | Publicado em 26/02/2018 às 15:59:09

Tite não viaja para Sochi

Tite não viaja para Sochi Delegação da seleção brasileira em Sochi (Foto: Richard Souza)

A pouco mais de três meses do início da Copa do Mundo da Rússia, em 14 junho, representantes das 32 seleções que disputarão o Mundial estão reunidos em Sochi, uma das 11 sedes da competição. Até a próxima quarta-feira, cerca de 250 pessoas participarão do Workshop da Fifa, um congresso técnico que reúne treinadores, médicos, especialistas em áreas técnicas, cooperação de mídia, acomodação, segurança, logística, transporte e marketing.

Dos 32 técnicos, 12 confirmaram presença. Entre eles, Didier Deschamps, da França, Fernando Santos, de Portugal, e Stanislav Cherchesov, da Rússia. Os desfalques chamam mais atenção. O técnico da seleção brasileira, Tite, decidiu não viajar para Sochi para se concentrar exclusivamente nos detalhes da convocação para os amistosos contra Rússia, dia 23 de março, e Alemanha, dia 17. A lista será divulgada na próxima sexta-feira.

Completam a lista de desfalques de peso: Joachim Löw, da Alemanha, Jorge Sampaoli, da Argentina, e Julen Lopetegui, comandante da Espanha. Argentinos e espanhóis são representados em Sochi por dois importantes ex-jogadores, ambos são dirigentes nas equipes. Jorge Burruchaga, meia campeão do mundo em 1986 é o manager da Argentina. Já Fernando Hierro, zagueiro que por muito tempo jogou no Real Madrid, é o diretor esportivo da seleção espanhola.

A delegação do Brasil em Sochi será liderada pelo coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar. Além dele, viajaram o médico Rodrigo Lasmar, o auxiliar-técnico Matheus Bachi, o administrador Hamilton Correia e o supervisor Luís Vagner. Além do congresso técnico, para eles a viagem também tem outra tarefa. Como a seleção brasileira ficará baseada em Sochi, o grupo vai aproveitar para visitar o hotel cinco estrelas que servirá de concentração para o Brasil na cidade. Dois campos de treino estão sendo finalizados para receber os jogadores a partir do dia 11 de junho, poucos dias antes da estreia contra a Suíça, em Rostov-on-Don, dia 17 de junho, pelo Grupo E.

Além de uma série de reuniões e palestras, que não serão abertas aos jornalistas, o workshop da Fifa terá uma visita ao Parque Olímpico de Sochi, que recebeu os Jogos de Inverno de 2014, e ao Estádio Olímpico de Sochi, que será palco de seis jogos no Mundial desse ano: Portugal x Espanha, Bélgica x Panamá, Alemanha x Suécia, Austrália x Peru, um jogo de oitavas de final e outro de quartas.

Richard Souza

Comentários

comentários

Veja também