Carlos Lima
Hoje dia 28/07/2017 às 17:09:52

Estadual
Carlos Lima | Publicado em 07/07/2017 às 10:35:13

GEDDEL CHORA AO OUVIR QUE FICARÁ PRESO POR TEMPO INDETERMINADO

GEDDEL CHORA AO OUVIR QUE FICARÁ PRESO POR TEMPO INDETERMINADO Negado pedido da defesa de Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) para a prisão domiciliar e uso de tornozeleira eletrônica

Ao final do depoimento que prestou ao juiz Vallisney de Souza Oliveira, titular da 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal, na tarde desta quinta-feira 6, o ex-ministro Geddel Vieira Lima caiu no choro ao saber que ficará preso por tempo indeterminado.

O juiz analisará pedido de soltura já na próxima semana. O magistrado negou o pedido da defesa de Geddel pela prisão domiciliar e pelo uso de tornozeleira eletrônica.

No depoimento, o peemedebista também disse que fez ligações por engano à esposa de Lúcio Funaro, a quem teria consultado, a mando de Temer, sobre o andamento da delação premiada do marido, que também está preso.

“Se olharem as ligações que fiz, vão ver que são duas ou três, e que nem se completam. Elas são canceladas. Se o senhor olhar o meu celular, vai ver que a pessoa que eu cadastrei logo embaixo foi da pediatra de meu filho, que esteve internado no Hospital Aliança praticamente naquele dia. A única ligação feita foi um retorno de uma ligação da pessoa, que eu já conhecia, e a conversa foi só ‘como vai, tudo bem, como está sua menina?’. […] Em nenhum momento o conteúdo foi delação, pressão, ou sequer saber do marido”, explicou.

Geddel foi preso no último dia 3 acusado de obstrução de justiça na Operação Cui Bono – operação da Polícia Federal que apura fraudes na liberação de recursos da Caixa Econômica Federal.

 

Leonardo Attuch

Comentários

comentários

Veja também