Carlos Lima
Hoje dia 18/01/2020 às 02:41:51

Estadual
Carlos Lima | Publicado em 02/01/2020 às 11:19:50

Colbert e sua fanfarrice eleitoreira/por Carlos Lima

Colbert e sua fanfarrice eleitoreira/por Carlos Lima Ex-prefeito José Ronaldo e o deputado Zé Neto

No segundo dia do mês de janeiro de 2020, teve início o show de fanfarrices eleitoreiras do prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, que resolveu sair na frente.

Depois de um banho de promessas no final do ano passado, abre as cancelas dos delírios de cooptação para sua reeleição, com afirmativas imbecilizadas sobre o que é óbvio, discutido, apenas nos períodos eleitorais. A construção de um Porto Seco para transferência da CEASA do Centro de Abastecimento do município.

Ao conceder entrevista em emissora de rádio local, ele afirmou  ser favorável à esta mudança e que a estrutura seja gerida pela iniciativa privada.

Ele argumentou que a quantidade de caminhões e outros pequenos veículos – que descarregam no local, número que em mais de uma centena, diariamente, se tornou incontrolável, o que não permite que o entreposto comercial funcione em toda a sua plenitude. Colbert descobriu o sexo dos anjo.

O Alcaide lembrou que no Centro de Abastecimento a construção do shopping popular, está em fase de conclusão, possuindo 1,8 mil lojas e estacionamento com capacidade para 600 veículos. Esse complexo faz parte do programa de revitalização do centro comercial da cidade.

A promessa de revitalização do centro já passou por vários períodos eleitorais, servindo de reforço no convencimento do voto.

Tudo indica que agora chegou à vez de Colbert de manter a tradição, concluindo parte desse projeto que sangra impiedosamente, há anos, os cofres públicos.

Realmente é uma necessidade imprescindível para a campanha colberzista visando uma reeleição, ou melhor, sua primeira eleição para prefeito. Antes era um vice, que assumiu de forma empirista a Prefeitura, quando o titular, José Ronaldo, saiu candidato ao governo do Estado, após negociações convincentes e desconhecidas, porque ele não tinha a menor chance de vitória.

Atualmente faz uma administração de “liberdade política supervisionada e controlada”. Não poderá sair candidato sem o apoio do ex-prefeito, a não ser que crie coragem e promova um rompimento. Possibilidade remota.

José Ronaldo é o timoneiro, e no dizer popular o homem da caneta azul, o grupo não tem substituto.

A indicação de qualquer figura empresarial ou não, da sociedade feirense, sem máculas visíveis, indicado por José Ronaldo será mais forte do que qualquer político já conhecido e militante do seu grupo concorrendo à vaga no Executivo, após provável rompimento.

O processo eleitoral em Feira de Santana será polarizado entre o candidato do ex-prefeito José Ronaldo e o deputado federal Zé Neto.

Os demais serão apêndices eleitorais com possibilidades de negociação e provável definição na balança de quem tem mais a oferecer.

Carlos Lima

Comentários

comentários

Veja também