Carlos Lima
Hoje dia 22/02/2020 às 23:02:51

Estadual
Carlos Lima | Publicado em 10/02/2020 às 12:44:32

Paulo Souto não vai se envolver na política: ‘Momento de aflorar novas lideranças’

Paulo Souto não vai se envolver na política: ‘Momento de aflorar novas lideranças’ Paulo Souto

Atual secretário municipal da Fazenda (Sefaz), o ex-governador Paulo Souto admite que opta por se manter reservado dos assuntos políticos nos últimos anos.

“Fui governador duas vezes, etc. Depois, fiz duas campanhas e perdi as duas. As lideranças políticas vão se renovando e acho que era o momento de deixar que aflorassem novas lideranças. Então, minha posição é essa. Eu tenho trabalhado na administração. Claro que acompanho a política, mas eu prefiro, realmente, não me envolver diretamente na política e na disputa direta de novos mandatos”, afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias.

Ele também despista sobre a possibilidade de colaborar na próxima gestão, caso o pré-candidato Bruno Reis (DEM) saia vencedor. Esse é um assunto que não tenho porque comentar nesse momento.

Eu, agora, quero tratar dos meses que tenho pela frente na administração municipal, ver se nós vamos manter essa situação que foi tão importante para a prefeitura, e que permitiu todo esse reconhecimento.

Eu que já fui governador duas vezes, já fui senador, confesso que estou muito gratificado por ver o trabalho da prefeitura como um todo e, claro, da Sefaz, reconhecido da forma que vem sendo reconhecido”, ponderou.

Dentro diversos assuntos na entrevista, o gestor falou sobre o IPTU, os incentivos fiscais concedidos pela prefeitura e sobre a reforma da Previdência municipal.

Embora diga que a situação previdenciária de Salvador não amedronte, ele defende que o assunto deva ser olhado com cuidado pelos gestores.

 “Mas, de qualquer sorte, hoje, a nossa situação previdenciária que, como toda situação dos entes públicos do Brasil, tem que olhada com cuidado. Mas a nossa, hoje, não é nada que nos amedronte, o que não significa, absolutamente, que nós tenhamos que olhar para o futuro”, disse

Jade Coelho / Matheus Caldas

Comentários

comentários

Veja também