Carlos Lima
Hoje dia 23/09/2018 às 03:05:23

Estadual
Carlos Lima | Publicado em 19/11/2016 às 11:25:44

Pressão em Calero para liberar obra ilegal foi exercida por Geddel

Pressão em Calero para liberar obra ilegal foi exercida por Geddel Os ministros Geddel e Calero

Ao falar com a jornalista Cristiana Lôbo, da Globonews, o ministro Geddel Vieira Lima, braço direito de Michel Temer, admitiu ter pressionado Marcelo Calero, agora ex-ministro da Cultura, a liberar um espigão em Salvador, que, segundo arquitetos e urbanistas, agride o patrimônio histórico da capital baiana.

Segundo Geddel, “em tempos de crise, é preciso estimular investimentos para animar a economia.

“O problema é que Geddel tem uma unidade no imóvel e advogar em causa própria representa o crime de advocacia administrativa, o 321 do Código Penal, com pena de três meses a um ano de prisão, além de multa.

Governo Temer terá de responder à grave acusação feita pelo ex-ministro Calero: de que Geddel pressionou para o Iphan liberar obra em Salvador. (com informações de Cristina Lôbo)

Se investigarem bem o ministro Geddel Vieira Lima, surpresas podem ocorrer. Cadê a Lava Jato e as citações em delações premiadas que ainda estão nas gavetas, será que serão desengavetadas ainda nesse século, ou em século nenhum. (cljornal)

Comentários

comentários

Veja também