Carlos Lima
Hoje dia 22/05/2019 às 09:31:13

Estadual
Carlos Lima | Publicado em 23/04/2019 às 11:23:36

Suspeita de atacar a golpes de faca dançarina da banda La Fúria fica em silêncio durante depoimento

Suspeita de atacar a golpes de faca dançarina da banda La Fúria fica em silêncio durante depoimento Dançarina da banda La Fúria está internada em Salvador após ser esfaqueada no bairro de Itapuã — Foto: Reprodução/Instagram

A mulher suspeita de atacar a golpes de faca a dançarina da banda de pagode La Fúria, Elizabeth Gonçalves, conhecida como “Negra Japa”, em Salvador, na última terça-feira (16), ficou em silêncio durante o depoimento prestado à Polícia Civil. A vítima foi internada no Hospital Municipal de Salvador e passa bem.

De acordo com o delegado Nilton Tormes, que investiga o caso, a suspeita de atacar Elizabeth esteve na delegacia na última semana, alguns dias após o crime.

“Ela estranhamente permaneceu em silêncio. Exerceu o direito de só se manifestar em juízo”, afirmou Tormes.

Após o depoimento, a suspeita, que não teve a identidade revelada, foi liberada.

Ainda segundo o delegado Nilton Tormes, apesar da vítima ter dito que o ataque foi motivado por ciúmes, a polícia não descarta nenhuma hipótese.

“O local onde ocorreu o crime foi periciado, Já identificamos todas as pessoas envolvidas no processo, e as oitivas se darão no decorrer da semana”, afirmou.

Ciúmes

No domingo (21), Elizabeth publicou no Instagram um vídeo em que relatou o momento em que foi atacada, e explicou que a suspeita disse ser esposa do homem que estava com ela no dia do crime.

“A pessoa chegou golpeando, me deu uma facada nas costas, puxando meu cabelo, me xingando e dizendo que eu sabia que ele tinha namorada”, contou

A dançarina disse ter conhecido o rapaz em uma festa, e que ele afirmou ser solteiro.

“Ele disse ser solteiro. Tenho print e conversas. Ele disse que tinha terminado um relacionamento recente de três meses, então eu achei que se ele era solteiro e eu era solteira, não vi nada demais a gente sair, beber e curtir juntos. Ele falava em todas as conversas que ele tinha terminado recentemente e não estava mais no relacionamento. Venho esclarecer isso para vocês. Não roubei namorado de ninguém. Não conhecia ele. Conheci ele nessa festa”, contou Elizabeth no vídeo.

Banda La Fúria

Elizabeth Gonçalves, dançarina do La Fúria, postou vídeo nas redes sociais e relembrou ataque na Bahia — Foto: Reprodução/Instagram

Elizabeth Gonçalves, dançarina do La Fúria, postou vídeo nas redes sociais e relembrou ataque na Bahia — Foto: Reprodução/Instagram

A banda La Fúria ficou conhecida nacionalmente após o hit Fábio Assunção. Além de dançar na banda, Negra Japa também faz vocal de apoio no grupo. “Manuel”, um dos sucessos do grupo, é cantado por ela junto com Bruno Magnata, vocalista do Lá Fúria.

Por meio de nota, a assessoria da banda informou que a produção está prestando total assistência a Elizabeth e suporte à família dela até que ela se recupere.

O grupo agradeceu as demonstrações de carinho prestadas pelo fãs, disse estar unido em função da recuperação de Elizabeth e não vai mais se pronunciar sobre o episódio.

G1

Comentários

comentários

Veja também