Carlos Lima
Hoje dia 12/12/2018 às 02:27:35

Estadual
Carlos Lima | Publicado em 03/08/2018 às 22:36:07

VICE DE JOSÉ RONALDO SERÁ DO MBL; A MÉDICA MÔNICA BAHIA

VICE DE JOSÉ RONALDO SERÁ DO MBL; A MÉDICA MÔNICA BAHIA A LUTA DO QUASE IMPOSSÍVEL

A convenção estadual do DEM confirmou nesta sexta-feira (3) o nome de José Ronaldo na candidatura ao governo da Bahia.

Na convenção também foi anunciado que uma integrante do Movimento Brasil Livre (MBL), a médica Mônica Bahia, será candidata a vice na chapa majoritária.

O discurso da postulante a vice foi marcado pelo coro “Fora PT” e uma das características levadas em consideração foi a postura “anti-PT” de Mônica.

A convenção foi marcada ainda pelo discurso messiânico do cantor Irmão Lázaro (PSC), agora candidato ao Senado, e da versão “paz e amor” do deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB), que depois ser contra Lázaro na chapa, decidiu pregar a união do grupo político, o tucano é candidato a senador.

Se a cena política baiana foi dominada pela convenção do DEM, não passou despercebido a posição dos partidos PHS, PSL e PPS quese juntam ao PRTB na chapa proporcional.

Sem coligar com Zé Ronaldo os quatro partidos sem deputados de mandato anunciaram nesta sexta-feira (3) que vão integrar uma chapa proporcional para a eleição deste ano. PHS, PSL, PPS e PRTB vão se unir com o objetivo de eleger 4 deputados federais e 4 estaduais.

Ficou decidido nas proporcionais a aliança entre esses quatro partidos e para as majoritárias caminharão cada um com duas indicações”, relata nota enviada pelo PSL.

PHS, PSL e PPS continuam apoiando Zé Ronaldo na chapa majoritária, mas sem coligar formalmente com o candidato ao governo pelo DEM.

A legislação eleitoral impede que uma legenda coligue na majoritária com um candidato ao governo, e na proporcional com outro partido que também tem candidato ao governo.

O PRTB tem João Henrique como pré-candidato ao governo.

DUAS AÇÕES ENVOLVE OS PROCESSOS JUDICIAIS CONTRA GEDDEL VIEIRA LIMA

Com decisão do ministro Edson Fachin, foi liberado os bens de Geddel, Lúcio e Marluce, bloqueados judicialmente.

Outra notícia é intrigante: a defesa do emedebista pediu a quebra de sigilo da Polícia Federal, para identificar de onde veio a denúncia que provocou a descoberta do bunker de R$ 51 m

O homem tá querendo vingança?

Comentários

comentários

Veja também