Carlos Lima
Hoje dia 17/10/2018 às 17:10:00

Estadual
Carlos Lima | Publicado em 01/06/2018 às 16:03:34

WAGNER CONTESTA CÁRMEN LUCIA E DEFENDE PRESIDENCIALISMO

WAGNER CONTESTA CÁRMEN LUCIA E DEFENDE PRESIDENCIALISMO Montagem do ex-governador Jacques Wagner e ministra Carmem Lúcia

O ex-governador da Bahia Jaques Wagner comentou no Twitter a iniciativa da presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, de pautar para o dia 20 de junho o julgamento de uma ação que questiona se o Congresso pode instituir o parlamentarismo por meio de uma PEC.

O caso chegou ao Supremo em 1997, quando Wagner era deputado federal. Ele questionou, na época, o fato de a PEC tramitar na Câmara e destacou que em 1993 o parlamentarismo foi rejeitado em plebiscito pela população brasileira.

“Depois de 21 anos, num momento conturbado na política nacional, o STF resolve pautar meu mandado de segurança, proposto em 1997, contra uma PEC proposta por um deputado para, novamente, mudar o sistema de governo brasileiro”, comentou Wagner.

“Meu mandado de segurança era, e ainda é, para garantir que apenas um plebiscito pode alterar o presidencialismo, aprovado pelo povo em 1993. Continuo presidencialista convicto! Comemorei muito em 1993”, explicou o ex-deputado.

Leonardo Attuch

Comentários

comentários

Veja também