Carlos Lima
Hoje dia 04/04/2020 às 00:39:01

Feira
Carlos Lima | Publicado em 23/03/2020 às 23:33:42

ACS e servidores do SAMU sem proteção são vulneráveis ao coronavírus/por Carlos Lima

ACS e servidores do SAMU sem proteção são vulneráveis ao coronavírus/por Carlos Lima Os agentes e os servidores do SAMU estão sem proteção contra o covid-19

A fragilidade do pessoal da área sanitária, no município de Feira de Santana é acentuada em função da falta de equipamentos de segurança para evitar o contágio do Covid-19.

Os Agentes Comunitários de Saúde com a falta de proteção individual, como: luvas, máscaras e álcool gel estão sem condições de trabalho. Outro fato preocupante diz respeitos aos moradores que ao observarem os agentes desprotegidos não permitem sua entrada nas residências.

Segundo os agentes, desde o dia 13 deste mês enviaram ofício à Secretaria de Saúde fazendo a cobrança dos equipamentos e até hoje não foi distribuído.

Nesse momento de pandemia as ações dos agentes são consideradas de vital importância, cada um deles atende e acompanha aproximadamente 700 pessoas.

No entanto, para surpresa de todos a enfermeira referência da Atenção Básica, Valdenice Queiroz, afirmou que a prefeitura está providenciando os Kits e, espantosamente declarou que nem todos os agentes vão precisar usar o Kit de proteção individual.

Como é isso? Eles vão ficar recolhidos em quarentena?

Estão brincando com a gravidade do problema. Fala-se em adiar o São João, em suspender as eleições e nem todos os Agentes Comunitários de Saúde receberão o Kit individual?

A Secretaria de Saúde poderia esclarecer essa decisão inusitada?

E nos deslocamentos?

Eles vão chegar nas residências voando?

Outra observação feita pela Secretaria de Saúde nos deixa confusos diante das medidas adotadas na proteção dos Agentes.

Quando perguntado se agentes comunitários de saúde iam trabalhar apenas em um turno, a resposta foi chocante diante da decisão adota.

A enfermeira informou o seguinte: “era esse o pensamento da secretaria de saúde, mas devido a pandemia do coronavírus e a possibilidade de aumento de casos da doença nos próximos meses, isso não será mais possível”.

Pergunta-se: porque apenas parte dos agentes vão receber o Kit de proteção individual?

A justificativa causou perplexidade:

“Pelas recomendações do Ministério de Saúde e da secretaria estadual de saúde, não mais recomendamos que o agente comunitário trabalhe em apenas um turno, pois ele é um profissional altamente importante nesse momento, que está de casa em casa e dentro das recomendações de como ele vai se proteger e proteger o usuário, entendemos que o trabalho dele deve ocorrer 8 horas por dia como os demais profissionais”.

No entanto apenas parte deles estarão supostamente protegidos.

A situação do SAMU é igual ou mais grave.

Os servidores estão reclamando das péssimas condições de trabalho.

Fazem contato permanente com as pessoas socorridas, as quis podem estar contaminadas. Eles relataram falta de equipamentos como: máscaras N95, avental e material para fazer a assepsia das ambulâncias. Afirmaram ainda que não estão tendo orientações sobre procedimentos para evitar o contágio.

Essa é a realidade dos serviços de prevenção que a prefeitura de Feira de Santana está disponibilizando para a população.

As denúncias estão sendo formuladas pelos próprios integrantes do sistema de saúde do município.

Carlos Lima

Agora, você pode marcar seus amigos em seu status ou suas publicações. Digite @ e o nome do amigo. Por exemplo: “Almocei com @João Andrade”.

Carlos Lima

Comentários

comentários

Veja também