Carlos Lima
Hoje dia 16/02/2019 às 06:53:45

Feira
Carlos Lima | Publicado em 09/02/2019 às 10:04:51

Alteração na lei municipal beneficia o comércio de combustível

Alteração na lei municipal beneficia o comércio de combustível Leis e práticas adotadas pela maioria dos políticos

O crescente volume de instalação de postos de combustíveis, em lugares inadequados em Feira de Santana, tem provocado insatisfação em considerável parte da população, em virtude dessas instalações ocorrerem próximas de áreas residências, templos, escolas entre outras áreas de grande concentração populacional. Colocando risco a segurança desse contingente de seres humanos.

O programa jornalístico “Jornal da Povo”, da Rádio Povo, tem recebido inúmeros telefonemas denunciando esses abusos praticados pelos empresários do ramo.

Inclusive já recebemos denúncias de que leis municipais de ocupação do solo em áreas urbanas estão sendo modificadas para atender interesses do setor empresarial.

Recentemente a construção de dois postos de combustíveis sofreram restrições, um já  edificado, o outro que preparava a área para dar início à construção.

O comércio não é só de combustível, as leias municipais parecem que também estão sendo negociadas, inclusive algumas alterações foram realizadas sem grande repercussão, mas segundo comentários, existiu um mar de reais destruindo tudo à sua frente, como ocorreu recentemente com a barragem em Brumadinho.

Os desígnios da honestidade em determinadas autoridades Legislativas é da boca pra fora. Mesmo porque segredo só existe com uma única pessoa, a partir de  duas já considerada é multidão.

Acredito que se houvesse uma investigação séria e profunda diante desses fatos e outros que envolve autoridades e empresários no município, as surpresas seriam estarrecedoras, para a população, pois esses atos de corrupção atualmente tem o conhecimento do corrupto, do  corruptor e poucos outros que também foram agraciados para não dar com a língua nos dentes.

O Jornal da Povo tem recebido essas denúncias e outras, todas elas não podem ser expostas explicitamente porque não se tem provas concretas  e os denunciantes, inclusive o que “repassou” (…) não aceitam fazer tal confirmação diante da justiça.

Portanto só podemos relatar o que já comentando nos bastidores da política.

Esperamos que as investigações surjam com a mesma intensidade que deu origem a operação Pityocampa.

Essa lama que encobre o setor político e empresarial de Feira de Santana conseguiu soterrar a verdade, a decência, a moralidade e a vergonha da maioria deles.

Carlos Lima

Comentários

comentários

Veja também