Carlos Lima
Hoje dia 19/11/2019 às 22:46:17

Feira
Carlos Lima | Publicado em 29/06/2019 às 12:06:08

COLBERT MARTINS TRANSITA EM CAMPO MINADO

COLBERT MARTINS TRANSITA EM CAMPO MINADO Cuidado onde pisa

Uma analise mais aprofundada da administração do prefeito Colbert Martins da Silva Filho, nos apresenta um campo minado, circundado de areia movediça. Diria que nos lembra do dito popular “correr o bicho pega, se ficar o bicho come”.

Com as bênçãos do prefeito José Ronaldo o seu-prefeito Colbert Martins assumiu a cadeira de chef do executivo, como também todo o estafe da administração anterior. O argumento era de que em time que está ganhando não se mexe.

Entretanto uma parcela significativa da população entende ser essa uma herança maldita, a exemplo do que ocorreu com administrações anteriores, a exemplo do ex-prefeito Tarcízio Pimenta.

Comenta-se de que a história está se repetindo, e a prática tem confirmado que os resultados não têm sido nada alvissareiros.

Se tome por base os sucessivos vícios administrativos que tem causado prejuízos para o município.

Podemos Alencar algumas situações: Iluminação pública, rus e avenidas totalmente as escuras ; trânsito confuso, semáfaros desregulados e outros danificados; pavimentação da cidade sem a devida manutenção e artérias intransitáveis.

As obras inconclusas tem sido o calcanhar de Aquiles do prefeito Colbert Martins, no caso o BRT E O Shoping Popular. Sendo que o primeiro já recebeu investimentos na ordem de 100 milhões de reais.

A descrença na sua efetivação é reforça por declaração feita pelo secretario de  Planejamento, Carlos Brito, que ao ser indagado sobre a provável da inauguração da obra, afirmou que não mais falaria sobre datas, uma vez que outras  previsões foram citadas e não cumpridas.

A obra que era para ser inaugurada em fevereiro de 2017 ao custo de 87 milhões de reis, até o presente momento não foi concluída e já custou aos cofres públicos em torno de 100 milhões de reais. E não existe nenhuma perspectiva de conclusão.

Isso nos faz lembrar a implantação do metrô em Salvador que se arrastou por mais de 14 anos e teve o seu projeto reduzido de 12 para seis quilômetros, só com a posse do governador Rui Costa é que a obra foi concluída e ampliada para uma extensão 42 quilômetros e continua em expansão, inclusive com a inclusão de metrô subterrâneo.

Será que a conclusão do BRT só se efetivará com a ascensão de um candidato petista, a exemplo de Salvador?

Só o tempo nos dirá?

cljornal

Comentários

comentários

Veja também