Colbetr: governo de muitas promessas e poucas realizações/por Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Em palestra realizada no encontro promovido pelo Rotary Clube de Feira de Santana na última segunda-feira (11), o prefeito Colbert Martins foi convidado e durante o almoço palestrou sobre as ações do seu governo.

Entre elas a construção, do Shopping Comercial  Popular, destacado como a mais importante. Abrigando 1.800 camelôs que se dispersam no centro da cidade.

O prefeito realizou um apanhado de obras que foram idealizadas e iniciadas pelo ex-prefeito José Ronaldo, em suas gestões anteriores e não concluídas.

Entre elas destacam-se duplicação de rua e avenidas no setor norte do município; requalificação do centro comercial e histórico da cidade.

A modernização de mais de 60 mil pontos de luz. Considerada pelo prefeito atual “a maior intervenção da história do setor de iluminação pública”, as lâmpadas e luminárias serão substituídas por lâmpadas de LED. Projeto elaborado e iniciado há mais de três anos pelo ex-prefeito José Ronaldo.

Confirmou a pavimentação, ainda esse ano, de trinta bairros. Incluindo 141 ruas, travessas e avenidas, serão 480.000 metros quadrados de calçamento, e mais de sete mil metros lineares de meio fio.

Esqueceu-se de falar sobre o BRT “que se arrasta feito cobra pelo chão”.

Mas em compensação prometeu mais uma ação invertebrada, a duplicação dos viadutos Chico Pinto (ligando a Avenidas Getúlio Vargas à Noide Cerqueira), e Wilson da Costa Falcão (entre a Maria Quitéria e a Fraga Maia), além de ações preventivas em todos os equipamentos similares da cidade.

A implantação do projeto, atualmente definido por ele como “uma nova orla”, destinado a criar condições de entretenimento às margens do Rio Jacuípe, com áreas públicas de lazer,  diversão e convivência social, que será implantado ao longo de um quilômetro.

A estrutura contará com bares e restaurantes, parque infantil, pista de cooper e estacionamento. Estamos em período eleitoral.

E tem mais: a construção de três novos terminais, finalização dos miniterminais, ciclovias ligando a Avenida Maria Quitéria à Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), implantação de bicicletários e pistas de cooper.

Se o Poder Legislativo feirense, na figura de alguns vereadores, passou a sofrer de “delirium tremens” o executivo passou a ser o “Pinóquio das eleições”.

Além de se apossar de projetos do seu antecessor, assumiu o reconhecimento de que o eleitor feirense é uma massa de debilóides que acredita em Papai Noel, prometendo o que não vai ser cumprido.

Essa pode ser a eleição do atraso, do desengano, da mediocridade administrativa e do arrependimento, ou melhor, a eleição das promessas.

Colbert parece está governando para “santos”, promete o que não vai cumprir.

Carlos Lima

 

OUTRAS NOTÍCIAS