Carlos Lima
Hoje dia 21/09/2018 às 07:29:43

Feira
Carlos Lima | Publicado em 03/09/2018 às 13:47:04

Hoje está sendo o dia da ignomínia no legislativo feirense.

Hoje está sendo o dia da ignomínia no legislativo feirense. Sessão na Câmara Municipal de Feira de Santana

Os vereadores do município de Feira de Santana após mudança no processo eleitoral elegeram o novo presidente da casa.

A eleição foi por unanimidade dos presentes. Uma vergonha maior para os edis que se consideram de oposição.

Na verdade não existe oposição, o que  existe é conciliação,  só o diabo sabe como foi negociada.

A eleição significa uma grande desonra; vergonha; descrédito; afronta; aviltamento; conspurcação; degradação; demérito; deslustre; enxovalho; humilhação; indignidade; infâmia, e assim por diante.

Todos os sinônimos da palavra ignomínia são poucos para qualificar esse ato do Poder Legislativo de Feira de Santana.

O ato com certeza está satisfazendo o interesse pessoal de alguns políticos e menosprezando o povo que os elegeu.

O povo lhe outorgou poderes para ser representado e que costumeiramente é traído, vilipendiado e tratado como palhaço.

Hoje se confirma sem qualquer margem de dúvidas, que o eleitor feirense serve apenas de massa de manobra para consolidar os interesses pessoais da maioria esmagadora dos seus representantes no Poder Legislativo.

Estamos em período de eleição nacional, as eleições municipais acontecem daqui a dois anos. Será o momento certo para eliminar definitivamente políticos que se acham donos dos mandatos e mantém a convicção que podem continuar enganando o povo.

Eles não podem se perpetuar no poder, precisamos dar uma reposta definitiva a esses parasitas do poder.

Que o eleitor feirense não se esqueça da humilhação que lhes é imposta pelos seus representantes. O tempo não será longo para dar uma resposta conregta, faltam apenas pouco mais de 24 meses.

Ergam a cabeça e não renovem mandatos.

O que fica patente nessa pantomima eleitoral é de que toda unanimidade é burra.

cljornal

Comentários

comentários

Veja também