Carlos Lima
Hoje dia 22/05/2019 às 22:36:37

Feira
Carlos Lima | Publicado em 26/02/2019 às 15:17:54

Mais uma vez o vereador Roberto Tourinho critica governo municipal

Projeto requalificação do centro da cidade

Mais uma vez o vereador Roberto Tourinho critica governo municipal CENTRO COMERCIAL DE FEIRA DE SANTANA

No pronunciamento, da sessão ordinária desta terça-feira (26), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Roberto Tourinho (PV) rebateu fala do líder governista referente aos engenheiros e arquitetos da Prefeitura Municipal de Feira de Santana.

“A Prefeitura fez um processo licitatório para contratar uma empresa para a requalificação do centro comercial de Feira de Santana. A execução do projeto custará R$ 100 milhões, que foram autorizados pela Câmara Municipal, e deste valor a Prefeitura pagará 7%, ou seja, R$ 7 milhões de reais apenas pelo projeto”, pontuou.

Ele salientou ainda que: “diante desta situação, não posso deixar de fazer alguns esclarecimentos. O líder governista diz o pensamento do Governo; eu e outros vereadores falamos por nós e pelas pessoas que representamos. Quando o líder diz que engenheiros e arquitetos da Prefeitura não têm competência para fazer um projeto como esse, que têm competência apenas fiscalizar, está desqualificando os profissionais contratados pela Prefeitura. Se eles não sabem projetar, vão fiscalizar o quê? Foi infeliz nessa defesa do Governo”.

Tourinho disse que quando o líder faz uma declaração como essa, fica preocupado.

“Pois, são estes profissionais que projetam creches, escolas, unidades básicas de saúde e tantas outras obras da Prefeitura. Com essa declaração, começo a ter dúvidas. A Prefeitura preferiu pagar R$ 7 milhões para uma empresa de fora. Então, volto a dizer: com dinheiro da Prefeitura fazem festa”.

O vereador lembrou que a Prefeitura alegou não ter recursos para a construção de um muro no Centro de Abastecimento.

“O Centro de Abastecimento está lá aberto, com pessoas cometendo crimes e há ainda a sujeira. Quando o prefeito visitou o local, as pessoas pediram para fechá-lo e a Prefeitura fez apenas 7 metros de muro porque disse que não tinha dinheiro, mas vai pagar caro para uma empresa de fora fazer o projeto de requalificação do centro. O líder disse mais que, os profissionais não têm competência para fazerem a duplicação de uma pista do viaduto que liga a Avenida Getúlio Vargas à Nóide Cerqueira”.

Para finalizar, Tourinho diz que, o que a Prefeitura está fazendo é um crime.

“A população precisa abrir o olho. Câmara e povo não estão dizendo nada. Vai pagar caro por uma empresa de fora, que será fiscalizada por profissionais incompetentes?

Deixo aqui minha solidariedade aos engenheiros, arquitetos e funcionários da Prefeitura”, finalizou.

Ascom/Câmara

Comentários

comentários

Veja também