Carlos Lima
Hoje dia 09/04/2020 às 11:26:40

Feira
Carlos Lima | Publicado em 28/01/2020 às 11:28:13

Manipulação de recursos e inversão de prioridades “seguem em frente”/por Carlos Lima

Manipulação de recursos e inversão de prioridades  “seguem em frente”/por Carlos Lima De olho na reeleição o oportunismo político prevalece

As águas que inundam Feira de Santana no período de grandes chuvas, agora serão repelidas pelas máquinas (patrol e Pá-carregadeira) adquiridas pela prefeitura no governo que tem como slogan “A gente segue em frente”.

Com uma publicidade exagerada à custa do erário, após decretar por 90 dias Estado de Calamidade Pública, devido as fortes chuvas que se precipitaram sobre o município, o prefeito Colbert Martins continua sofismando com o sofrimento da população.

De forma acintosa expôs máquinas, recentemente adquiridas, na Avenida Getúlio Vargas, centro comercial da cidade. No momento em que ele mesmo decreta uma situação de gravidade extrema, que atinge os feirenses.

O ato é uma incoerência ou oportunismo político?

Com certeza essa é uma ação demagógica e politiqueira, ignora o problema que carece de solução a mais de 20 anos. Ele tenta entorpecer o eleitorado com exposição de máquinas. Bem mais simples do que resolver o problema estrutural das inundações que afetam diretamente a população mais humildes, desviando o foco.

Se questionado, afirmará que decretou Estado de Calamidade Pública, e talvez até culpe o governo do Estado.

Quem sabe também não use o argumento de que as patróis serão utilizadas para repelir os alagamentos na cidade.

Enquanto o povo sofre, Colbert continua sua sanha de se reeleger prefeito, ou melhor, se eleger.  Político ele, desprovido de carisma que só se tornou prefeito porque o ex, José Ronaldo se aventurou, insanamente, em uma candidatura ao governo do Estado.

Mesmo com a exposição das máquinas, os comentários das pessoas que circulam pelo local são de rejeição e crítica negativa à sua administração.

Colbert se tornou um político desprovido de bom senso e visão crítica.

Enquanto o povo padece com a indiferença do poder público, o prefeito continua em campanha, tendo seus olhos voltados para o próprio umbigo.

Carlos Lima

 

Comentários

comentários

Veja também