Carlos Lima
Hoje dia 23/09/2018 às 02:07:36

Feira
Carlos Lima | Publicado em 27/10/2016 às 10:40:12

O povo mais uma vez é enganado: Atacadão aterrou nascente e interdita Rua no Parque Lagoa do Subaé

O povo mais uma vez é enganado: Atacadão aterrou nascente e interdita Rua no Parque Lagoa do Subaé Empresa aterrou área de preservação ambiental

Fazendo uso da Tribuna da Casa da Cidadania, o vereador Justiniano França (DEM), da base do prefeito José Ronaldo de Carvalho, falou sobre a construção e funcionamento do novo Atacadão, situado às margens da BR-324, os moradores do Parque Lagoa do Subaé, porque a emepresa pediu e a ViaBahia Concessionária de Rodovias S/A fechou a estrada que dava acesso ao bairro.

O edil no entanto, preferiu parabenizar o fechamento da Rua afirmando que o Atacadão e a ViaBahia agiram corretamente, uma vez que  se preocuparam com a segurança do trânsito no local, devido ao aumento do fluxo de veículos na região, com a construção do Atacadão.

 O vereador Justiniano França, desconheceu as necessidades dos moradores do bairro e a importância da Rua interditada. Fato que só trouxe benefício para o Atacadão. Ou seja, primeiro se defende os interesses da empresa e povo fica relegado ao plano inferir.

Será que esse deveria ser o comportamento do representante do povo?

Para adoçar a boca da comunidade, o vereador agora sugere que o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT), construa uma via alternativa que dê acesso ao bairro Parque Lagoa do Subaé, pela BR 324, uma vez que os moradores da localidade têm que percorrer um trajeto muito longo.

No entanto, Justiniano não enxergou esse problema quando defendeu os interesses da empresa.

Esse é o verdadeiro jacaré, come chorando.

Ainda teve a coragem de fazer o seguinte comentário: “Cerceou o direito de ir e vir de quem mora naquela região, que agora tem que pegar o Anel de Contorno para ter acesso à localidade”.

Concluiu dizendo que: “À Comissão de Obras, Urbanismo, Infraestrutura Municipal, Agricultura e Meio Ambiente da Câmara que intermediasse junto aos órgãos competentes uma solução para o problema.”

Não devemos esquecer que a Câmara Municipal de Feira de Santana através de alguns vereadores denunciou a construção do Atacadão na localidade, criaram comissão, fizeram visita e vistoria, afirmaram que a empresa estava sendo construída em área de preservação ambiental, plantas da área e estudos realizados pela UEFS foram apresentados, constatando a veracidade da denúncia.

Em pouco tempo o silêncio voltou a reinar e as obras continuaram sendo realizadas com uma rapidez bem maior.

Construção concluída, Atacadão inaugurado às pressas, Rua interditada, acordo celebrado com a ViaBahia e agora o vereador elogia o fechamento da Rua, enaltece a segurança, e cobra que se construa outra via de acesso.

Algo estranho acontece, ou alguma coisa existe por baixo desse tapete que adorna a representação popular. Quais os interesses que existem e o povo não sabe?

Uma coisa é certa, o povo não está sendo representado como deveria. Será que votaram certo, será que está carta em branco outorgada a alguns vereadores realmente deveria ter sido assinada pelo povo.

Pensar não custa caro, pelo que entendo só precisa de boa vontade e honestidade para consigo mesmo.

cljornal

Comentários

comentários

Veja também