O Projeto do BRT de Feira de Santana atende a legislação federal e municipal

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
foto: divulgação

Não existe mais nenhum óbice para o BRT de Feira de Santana. Todas as questões referentes o projeto do Bus Rapid Transit estão sanadas.

Depois do Ministério Público Estadual sacramentar o projeto, a vez do Ministério das Cidades.

O prefeito Colbert Martins Filho recebeu da Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades o encaminhamento para a conclusão do contrato do BRT entre a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal e sua conformidade com as diretrizes do Programa PAC 2 Mobilidade Médias Cidades.

Em ofício, o secretário nacional substituto Cléver Ubiratan Teixeira de Almeida, reforça que “a proposta cumpriu os requisitos de enquadramento e seleção do PAC 2”.

Dessa forma, a constatação de que projeto está de acordo com a legislação federal e municipal, compatível com o Plano Diretor.

Aprovado desde 2012, em governo do prefeito José Ronaldo, o projeto enfrentou vários questionamentos da oposição, com ações no Ministério Público.

Questionamentos que acarretaram o atraso da obra.

PMFS

OUTRAS NOTÍCIAS