Carlos Lima
Hoje dia 13/11/2018 às 20:45:03

Feira
Carlos Lima | Publicado em 10/11/2018 às 09:44:25

Pais aprendem a contar histórias para incentivar a leitura as crianças

Pais aprendem a contar histórias para incentivar a leitura as crianças 500x300

Garantir que o incentivo à leitura também venha de casa.

Por esta razão, pais, mães e responsáveis pelas crianças do Centro Municipal de Educação Infantil Antônio Carlos Machado, que fica no Feira VII, participaram da oficina do Projeto Crescer Lendo, na última quinta-feira, 8.

O projeto é de iniciativa da Klabin, maior produtora e exportadora de papeis do Brasil, em parceria com a organização não governamental United Way Brasil e o Instituto Avisa Lá.

Realizado em diferentes municípios do Brasil desde 2014, o Projeto Crescer Lendo incentiva a leitura na sala de aula e em casa principalmente entre as crianças de até seis anos.

Além da oficina, o projeto doou ainda um acervo com 450 livros a dois CMEI’s. Além do Machado, o Centro Municipal de Educação Infantil Honorina Amorim também foi beneficiado.

É importante que os pais percebam que todo mundo pode colaborar com o incentivo à leitura.

A contação de histórias não é exclusividade de profissionais, ela faz parte do crescimento destas crianças também em seus lares”, destaca Rosana Padial (foto), consultora da United Way Brasil.

Uma forma de orientá-los, afirma diretora

Durante o lançamento da biblioteca, os participantes da oficina contaram histórias para as crianças.

“É necessário que eles se sintam parte deste processo, que possam aprender a ensinar, aprender a incentivar.

É uma forma de orientá-los para que deem continuidade ao desenvolvimento destes alunos”, acredita Mônica Cristina de Jesus Santos (foto), diretora do CMEI.

Filho de três anos já demonstra interesse

“O pai do meu filho tem mais costume de contar histórias, por isso decidi participar hoje da oficina para que eu aprendesse melhor como fazer isto também”, relata Milena Oliveira de Souza Pinho (foto), mãe de Gabriel de Souza Pinho, do grupo 2.

“Meu filho com apenas três anos já demonstra interesse pela leitura e quero colaborar para que ele goste ainda mais”, garante.

PMFS

Comentários

comentários

Veja também