Reunião da Executiva sem Ronaldo sinaliza indicação de Colbert? /por Carlos Lima

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Ex-secretário João Marinho Gomes Junior, moral ilibada.

Não posso dizer que o processo de escolha do candidato a prefeito do DEM seja uma ação constrangedora para o presidente da agremiação, se o nome aprovado for o do atual prefeito, Colbert Martins.

No entanto fica nas entrelinhas a provocação de um sentimento de mal estar no ex-secretário de Administração, João Marinho Gomes Junior, que foi demitido abruptamente pelo atual gestor, mesmo sendo presidente do partido que lhe alçou ao poder.

Temos ciência da decência, retidão de comportamento e da educação moral que são marcas indeléveis de João Marinho. A mesma referência infelizmente, não se pode atribuir ao atual mandatário do município.

Acredita-se que a maioria da executiva do DEM optando pelo nome de Colbert Martins, o seu presidente honrará a decisão. Mas a cicatriz não irá desaparecer.

A atitude do prefeito em demitir o secretário de Administração e fiel escudeiro de José Ronaldo, desnudou sua a verdadeira face, particularizando os contornos do seu perfil.

Ausência de lealdade, diálogo, reconhecimento,  elegância política e administrativa, além de uma visão digna dos antifascistas.

Todos sabem que existe uma determinação da executiva nacional e estadual para que o DEM indique candidatura própria a prefeito em Feira de Santana.

Pergunta-se à Executiva Municipal: está disposta a trair a determinação do partido?

José Ronaldo como líder maior do DEM no município estará jogando a decisão nos braços da Executiva para minimizar a sua desobediência partidária, ou melhor, traição política?

A dedução é lógica, toda executiva do parido é liderada pelo ex-prefeito. E fazem parte do seu estafe político.

Confira os nomes:

João Marinho – presidente, Eduardo Teles – vice-presidente, Geraldo Sampaio – secretário e Mário Borges – tesoureiro.

No recente encontro esteve presente o vereador licenciado Justiniano França, que é membro efetivo do Diretório. José Ronaldo, apesar de ser do Diretório Municipal e maior liderança do DEM, não se fez presente.

Alguma dúvida sobre a articulação que está sendo construída?

Carlos Lima

OUTRAS NOTÍCIAS