Carlos Lima
Hoje dia 19/10/2018 às 06:24:58

Feira
Carlos Lima | Publicado em 20/12/2017 às 13:55:36

SMTT apreende veículo que fazia transporte clandestino, conduzido por foragido da Justiça

SMTT apreende veículo que fazia transporte clandestino, conduzido por foragido da Justiça Imagem Secom

Mais um veículo foi apreendido em Feira de Santana pela prática de transporte remunerado de passageiros de forma clandestina, ou seja, os chamados “ligeirinhos”.

O mais grave é que sob a condução Corsa Classic, placa policial JQS-4201, após abordagem da guarnição da Polícia Militar Sertão 10 da 66ª CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar de Feira de Santana), estava Leonardo Lourenço dos Santos, mais conhecido como Léo, foragido da Justiça com mandado de prisão em aberto por roubo majorado (agente exercido a violência ou a ameaça com emprego de arma – artigo 157, parágrafo segundo, inciso I) expedido pela 3ª Vara Criminal, com validade até 7 de maio de 2037 (processo n. 505189-45.2017.8.05.0080.0001 – TJ/BA).

Segundo o secretário municipal de Transporte e Trânsito, Saulo Figueiredo, o veículo autuado e apreendido, na avenida João Durval, encontra-se desde a última sexta-feira, 15, no pátio da SMTT, e o condutor, devido às circunstâncias legais, foi levado até à delegacia e, em seguida, encaminhado para o Conjunto Penal de Feira de Santana.

“Mais uma vez, fica o alerta para a população de evitar sempre o uso de qualquer tipo de transporte do tipo  ‘ligeirinho’, ou seja, o clandestino, pois é extremamente perigoso e não tem liberação legal da Prefeitura para operar como serviço de transporte público”, ressalta o secretário.

Figueiredo ainda orienta ao usuário utilizar outros modais regulamentados pela SMTT que possuem permissão para operar como modal de transporte, a exemplo de ônibus, táxis e mototáxis.

“Os condutores são criteriosamente cadastrados, recebem certificação e possuem documentos exigidos por lei como Carteira Nacional de Habilitação, a CNH, e estão aptos a prestarem um bom serviço”, explica.

Reincidências

O condutor preso participou de outra ação violenta quando foi flagrado por policiais militares, da 64ª e da 66ª CIPM, logo após roubar o automóvel Corolla, placa policial PJC-5249, em um estabelecimento na BR-324, portando um revólver calibre 38 (marca Taurus), na tarde do dia 10 de agosto de 2016.

Outro caso que reforça as chances reais de periculosidade dos condutores de transporte clandestino foi novamente, no dia 11 de julho deste ano, quando Esequiel Moreira Lima, conhecido como Buiú, também flagrado numa abordagem da PM, no Conjunto Jomafa, transportava passageiros clandestinamente. No momento da conferência dos documentos, os policiais constataram que havia também um mandado de prisão em aberto por dois processos por roubo qualificado (assalto) e homicídio.

Já no dia 14 de agosto, outro praticante de “ligeirinho”, Agnaldo Oliveira Pereira, empreendeu fuga de uma abordagem da RONDESP (Rondas Especiais da Polícia Militar). Ao ser interceptado na localidade de Vila Verde tratava-se de outro fugitivo do presídio.

“Até quando a população feirense continuará arriscando a vida e segurança usando transporte clandestino, mesmo sabendo que boa parte dos “ligeirinhos” transportam armas e drogas?”, questiona Saulo Figueiredo, e acrescenta que a gestão municipal tem feito todo o esforço para combater a prática irregular de transporte irregular de passageiros que coloca em risco a vida do usuário.

Secom

Comentários

comentários

Veja também