Carlos Lima
Hoje dia 10/12/2018 às 20:07:47

Feira
Carlos Lima | Publicado em 20/07/2018 às 09:34:24

UNAMACS ensina como fazer projetos para captar recursos

UNAMACS ensina como fazer projetos para captar recursos Curso para captação de recursos

A leitura cuidadosa dos editais e dos programas disponíveis para captação de recursos são etapas importantes para ter um projeto aprovado.

A consideração é de Luciana Flores, chefe da Divisão de Projetos e Captação de Recursos, da Prefeitura, ao ministrar o curso Gestão de Projetos para Captação de Recursos, promovido pela Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cidadania Sustentável (UNAMACS).

A partir desta leitura, acrescenta, que é identificado o que pode ser solicitado ao concedente (quem está disponibilizando o recurso), a exemplo do Governo Federal, Governo do Estado e fundações das grandes empresas.

“Depois que é identificado, os municípios – quem pede o recurso – elabora os projetos e participam do processo de seleção, que tem critérios variados e específicos para cada programa”, explica.

Representantes de outros municípios

O curso, promovido no auditório do Serviço Social do Comércio (Sesc), no Tomba, está sendo ministrado para cerca de oitenta inscritos.

Além de pessoas de Feira de Santana, há representantes dos municípios de Antônio Cardoso, Santa Bárbara, Conceição do Jacuípe e Conceição da Feira.

Dando continuidade à parte conceitual de como captar recursos, onde buscar, metodologia que se deve usar para qualificar os projetos e fazer uma boa captação, Luciana Flores pontuou que “é preciso aprender a diferenciar os conceitos de cada etapa do projeto, uma vez que ele tem que ser objetivo e sucinto. Desta forma, as chances de tê-lo aprovado aumentam”.

Exigências para ter projeto aprovado

Nesta sexta-feira, 20, o curso terá continuidade com a realização de oficina prática.

Além de Luciana Flores, o curso também está sendo ministrado por Tiago Gonçalves, assistente técnico da Caixa Econômica Federal, que pontuou sobre a nova regulamentação para captação de recursos.

“Para ter um projeto aprovado, o município tem que estar em situação fiscal regular, cumprindo a lei de responsabilidade fiscal, além de uma equipe técnica qualificada”, afirmou.

Secom

Comentários

comentários

Veja também